Gilmar Mendes vota por fechamento de igrejas na pandemia | Fábio Campana

Gilmar Mendes vota por fechamento de igrejas na pandemia


O ministro Gilmar Mendes julgou improcedente o pedido do PSD para impedir o fechamento de igrejas no Estado de São Paulo durante as fases mais graves na pandemia de coronavírus. Sua decisão já era esperada nesse sentido, pois havia concedido uma liminar na última segunda-feira. Como era o relator do caso, ele foi o primeiro a votar.

Os outros dez magistrados deverão votar na sessão desta quinta-feira. Quem iniciará a votação será Kássio Nunes Marques, o mais novo ministro da Corte que já determinou a abertura de igrejas em Belo Horizonte, em confronto a um decreto municipal que previa o fechamento dos templos religiosos.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*