Ratinho Jr bajula Bolsonaro, Rene Garcia exige dinheiro | Fábio Campana

Ratinho Jr bajula Bolsonaro,
Rene Garcia exige dinheiro

Secretário de Ratinho Jr dá um ‘peitaço’ em Bolsonaro

O secretário Renê Garcia (Paraná) está entre 18 secretários estaduais de Fazenda que assinaram carta ao Congresso Nacional pedindo a adoção de “medidas urgentes” contra a segunda onda da covid no Brasil, informou o Estadão neste sábado, 23.

Os secretários, de pasta estratégica para os governadores,  alertam que a crise sanitária está longe do fim e não há definição do calendário de imunização da população e pedem a prorrogação do estado de calamidade pública e do orçamento de guerra por mais seis meses, além de uma nova rodada de auxílio emergencial às famílias necessitadas.

No documento, eles também pedem a suspensão do pagamento de precatórios (valores devidos após sentença definitiva na Justiça) e mais um adiamento no pagamento das dívidas dos Estados com União, bancos públicos e organismos multilaterais por 12 meses a partir de 1º de janeiro de 2021.

Os secretários argumentam que o protagonismo dos Estados e municípios “depende de sustentabilidade fiscal para promover as ações que os governadores se articulam para realizar em sintonia com as postulações consensuais da comunidade científica”.

Assinam a carta o presidente do Comitê Nacional dos Secretários de Fazenda dos Estados (Comsefaz), Rafael Fonteles, que atua no Piauí, além dos secretários de Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.

O governador Ratinho Junior declinou da carta em que 16 governadores pedem ao presidente Jair Bolsonaro determine que a diplomacia brasileira agilize as negociações para que os insumos, da China e Índia, usados na produção da vacina contra o coronavírus cheguem ao país com maior celeridade. O governo estadual diz que tem R$ 200 milhões previsto para a compra de vacinas, mas que pretende seguir o Plano Nacional de Imunizações.

Já Ratinho, o pai, reiteradamente rasga elogios a Bolsonaro, dá bronca nos adversários e à quem assiste ao seu programa no SBT. Tudo em rede nacional.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*