Maia prevê impeachment | Fábio Campana

Maia prevê impeachment


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que nos últimos dois anos não decidiu sobre mais de 50 pedidos de impeachment contra Bolsonaro, está avisando que o desempenho do governo federal na corrida pela vacinação contra a covid-19 pode fazer com que o Chefe do Governo “sofra um processo de impeachment muito duro” nos próximos meses. A decisão, contudo, sobre o tema caberá ao novo presidente da Casa, cuja eleição acontece em fevereiro. Maia acha que, se Bolsonaro não se organizar muito rapidamente talvez ele sofra um processo de impeachment. “O processo de impeachment é o resultado da organização da sociedade. Como se organizou contra o presidente Collor e a presidente Dilma”.

Apesar da urgência do assunto, Rodrigo Maia afirma que não caberia a ele discutir o impeachment de Bolsonaro agora. “Estamos em recesso. Eu vou apenas criar um ambiente político de desorganização, num momento em que está se elegendo o novo presidente da Câmara. Esse papel cabe ao novo presidente”. Ele reafirmou que as ações da Câmara no enfrentamento à pandemia foram seu foco ao longo do ano passado e elogiou a produtividade dos parlamentares.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*