Boca Aberta na prisão | Fábio Campana

Boca Aberta na prisão


Boca Aberta queria pagar sua pena com cestas básicas ou trabalho comunitário. Não convenceu. O deputado federal de Londrina Emerson Petriv (Pros), o Boca Aberta, compareceu hoje ao Centro de Reintegração Social de Londrina e se apresentou para cumprir 17 dias de prisão em regime semiaberto. Ele terá que passar as noites em uma sala separada dos demais detentos.

A condenação foi por perturbação de sossego de funcionários de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em 2017, quando ainda era vereador. Boca Aberta disse ter ido à UPA fazer uma fiscalização depois de receber uma denúncia de atraso nos atendimentos médicos, mas entrou sem autorização em locais restritos a enfermeiros e médicos com uma filmadora. À época ele chegou a ser levado a uma delegacia, mas não ficou preso.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*