Santin Roveda entrega União da Vitória do futuro | Fábio Campana

Santin Roveda entrega
União da Vitória do futuro

O prefeito Santi Roveda (PL) entrega nesta sexta-feira, 1º de janeiro, o comando do governo municipal ao vice Bachir Abbas (PP), eleito prefeito em 15 de novembro, com uma série de obras que prepararam União da Vitória para novos investimentos e empreendimentos nos próximos quatro anos, de 2021 a 2024. “É um conjunto de obras sem precedentes na história que além preparar a cidade para o futuro, resgatou o estima dos moradores e mostrou o quanto é importante ter uma gestão austera. inovadora, que projetou União da Vitória para os próximos 30 anos”, disse.

Santin Roveda, que não disputou a reeleição, elegeu seu vice Bachir Abbas e foi um dos poucos prefeitos do país a tomar esta decisão. “Sou um gestor da nova geração, que defende a alternância no poder, e que considera um projeto de cidade muito maior do que qualquer projeto político, por mais legítimo que for”, completa.

A maior obra entregue por Santin Roveda, sem dúvida, é a construção da Ponte José Richa que liga o centro de União da Vitória ao distrito de São Cristóvão. A maior obra pública do Paraná de 500 metros de extensão por 13 metros de largura, custou R$ 30 milhões junto com as obras complementares (vias de acesso, rotatória, ciclovia, etc) vai atender pelo menos 25 mil moradores do distrito.

“Uma demanda histórica, há muito tempo reivindicada pelos moradores e também prometida por anos, agora é uma realidade, uma conquista de todos os moradores da nossa cidade”, diz o prefeito.

Obras e reformas – Mas não são só as grandes obras de infraestrutura que marcaram os quatro anos de Santin Roveda. A prefeitura entregou 50 quilômetros de asfalto de ruas e avenidas, as reformas do estádio Antochio Pereira, do ginásio Isael Pastuch e da Praça dos Expedicionários.

Também foram entregue as novas academias ao livre, novos playgrounds nas praças, a nova escola Miguelina Treuke, novas mini-arenas, as reformas de 10 Cmeis e de 11 escolas, a construção do novo bloco do IFPR, e a doação dos terrenos para a construção da nova sede do fórum e do campus da Unespar. “São obras que atendem pedidos dos moradores da cidade. Isso é o mais importante”.

As obras fazem parte de um novo planejamento urbano projetado pelo arquiteto Jaime Lerner que previu ciclovias, ruas estruturais, novos pontos de ônibus, sinalização vertical e horizontal, novas obras e novos parques e equipamentos classificados por Lerner como “acupuntura urbana” necessária para integração da cidade e para evitar as enchentes provocadas pelas cheias do rio Iguaçu.

Educação e saúde – União da Vitória também se destacou no incentivo a criação de novas empresas e ao turismo regional, apoio à geração de empregos e renda, qualificação e capacitação profissional e a instalação da casa do empreendedor, entre outros programas na área de desenvolvimento econômico.

Na educação, pela primeira vez, União da Vitória teve a melhor nota no Ideb, os alunos da rede municipal receberam um kit escolar que inclui uniformes, foram garantidas mais vagas na educação infantil e destinadas mais de 600 bolsas de estudos no ensino superior.

A cidade do sul do estado também teve destaque nacional com a eficácia no tratamento da covid, no novo projeto da sede do Cisvali, implantação do Samu regional e da nova farmácia municipal “Foram quatro anos de muito trabalho, muito estudo, muitas obras que com certeza impactaram a vida de todos. Tenho certeza que estou deixando União da Vitória muito melhor, uma cidade unida no presente e preparada para um futuro ainda com mais conquistas”, disse Santin Roveda.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*