Ibope: Bolsonaro perde aprovação e tem 35% de ótimo e bom | Fábio Campana

Ibope: Bolsonaro perde aprovação e tem 35% de ótimo e bom

O presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PRPesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira indica que o presidente Jair Bolsonaro perdeu cinco pontos percentuais de avaliação ótimo e bom de setembro para dezembro. Agora, 35% da população o avalia dessa forma, enquanto há três meses eram 40%. O resultado, no entanto, é melhor que o obtido há um ano, quando o presidente tinha 29% de ótimo e bom.

A pesquisa, encomendada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), indica que 33% dos brasileiros consideram o governo ruim e péssimo, um crescimento de quatro pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. O número de pessoas que consideram o governo regular era de 29% e agora é de 30%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Entre setembro e dezembro, todas as regiões, à exceção do Nordeste, apresentam queda na popularidade de Bolsonaro. As regiões Sudeste e Nordeste reúnem a maior parcela descontente com o presidente. Para 36%, no Sudeste, e 34%, no Nordeste, o governo está sendo ruim ou péssimo. A região Sul continua sendo onde o presidente é mais popular, com 44% dos entrevistados considerando o governo como ótimo ou bom. As informações são d’O Globo.

Quase metade do país desaprova maneira de governar

O levantamento também indica que houve uma oscilação no limite da margem de erro em relação a avaliação da maneira de governar. Em setembro, 50% aprovavam a forma como Bolsonaro governa, número que passou para 46%. Já os que desaprovam eram 45% e agora são 49%.

Em relação à confiança no presidente Bolsonaro, a pesquisa aponta para uma oscilação dentro da margem de erro. Os que confiam eram 46% e agora são 44%, já os que não confiam eram 51% e agora são 53%. O levantamento foi feito entre os dias 5 e 8 de dezembro, ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios e tem 95% de nível de confiança.

Bolsonaro é melhor avaliado em cidades pequenas (com até 50 mil habitantes), onde o sentimento dos moradores praticamente não mudou em relação ao levantamento passado. Nesses municípios, mais da metade da população confia no presidente e aprova sua maneira de governar, respectivamente, 53% e 55%. Os percentuais caem, respectivamente, para 35% e 36% nas grandes cidades (com mais de 100 mil habitantes), onde 62% não confiam no presidente e 58% desaprovam sua maneira de governar.

A pesquisa também aferiu a percepção das pessoas em relação ao noticiário sobre o governo. Do total, 15% acreditam que as notícias recentes são mais favoráveis ao governo, enquanto 24% afirma que as notícias não são nem favoráveis nem desfavoráveis. 46% dos entrevistados afirmam que as notícias são mais desfavoráveis e outros 15% não souberam ou não quiseram responder.

Avaliação por áreas de atuação

O Ibope também perguntou aos entrevistas qual avaliação eles fazem do governo em diferentes áreas de atuação. Em nenhuma das nove áreas a gestão atual tem mais aprovação que desaprovação.

Em relação à pesquisa anterior, quatro registraram queda de aprovação acima da margem de erro. São elas Segurança Pública, Saúde, Taxa de Juros e Combate à inflação. O governo tem os melhores resultados na Segurança Pública e Combate à Fome e à Pobreza (44% de aprovação e 53% de desaprovação, em ambas).

Confira abaixo os resultados por área:

  • Educação – 42% aprova e 55% desaprova
  • Saúde – 38% aprova e 60% desaprova
  • Meio Ambiente – 36% aprova e 59% desaprova
  • Combate ao desemprego – 35% aprova e 62% desaprova
  • Combate à inflação – 33% aprova e 63% desaprova
  • Impostos – 26% aprova e 70% desaprova
  • Taxa de juros – 24% aprova e 70% desaprova

Um comentário

  1. quinta-feira, 17 de dezembro de 2020 – 10:38 hs

    Então Esta ótimo Né..( Veja Bem..o Brasil tem 150 Milhões de Eleitores )…35% de 150 dá….Quase 50 Milhões…ok

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*