Greca defende toque de recolher e diz que prefeitura tem dinheiro reservado para vacina | Fábio Campana

Greca defende toque de recolher e
diz que prefeitura tem dinheiro reservado para vacina

Greca: "Nós estamos cansados do vírus, mas o vírus não se cansou de infernizar a nossa paciência”

O prefeito Rafael Greca (DEM) defendeu hoje o toque de recolher entre às 23 horas e 5 horas decretado pelo governo do Estado para tentar reduzir o índice de contaminação do Covid-19. Ele afirmou ainda que a prefeitura já tem R$ 20 milhões reservados para a compra da vacina contra a doença, mas que a operação depende de autorização do governo federal.

“Claro que nós queremos que tudo fique aberto, mas isso depende sempre da disponibilidade de leitos, de UTIs, da taxa de infecção e da inteligência em usar máscaras, lavar as mãos, passar álcool em gel e não multiplicar o vírus. Nós estamos cansados do vírus, mas o vírus não se cansou de infernizar a nossa paciência”, alegou o prefeito, em entrevista à RPC TV.

“Eu converso sempre com o governador de São Paulo. É meu amigo pessoal. E nós podemos fazê-lo se o governo federal permitir. A minha idéia é que todas as vacinas cheguem a Curitiba. A do Butantâ, que é um centro de referência mundial e também a da Universidade de Oxford que é o acordo que o Ministério da Saúde tem com a Inglaterra. Mas se também a vacina Johnson & e Johnson for boa vamos também trazê-la”, disse Greca. “O importante é que a regulação federal, porque hoje a autoridade federal é diz qual vacina pode entrar no País, ela permita que as cidades e os estados imunizem o mais rapidamente a população. Nós temos dinheiro separado para comprar a vacina”, afirmou ele. (Bem Paraná)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*