Paraná confirma mais 1.294 casos e 32 mortes pela Covid-19 | Fábio Campana

Paraná confirma mais 1.294 casos e 32 mortes pela Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segunda-feira (30) mais 1.294 casos confirmados e 32 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. A Sesa registra também 1.081 casos confirmados retroativos do período entre 15 de julho à 28 de novembro que estavam com investigação em aberto e agora foram encerrados como casos confirmados e automaticamente computados no sistema. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 277.424 casos e 6.099 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 1.083 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 790 pacientes em leitos SUS (440 em UTI e 350 em leitos clínicos/enfermaria) e 293 em leitos da rede particular (81 em UTI e 212 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.441 pacientes internados, 504 em leitos UTI e 937 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 32 pacientes. São 14 mulheres e 18 homens, com idades que variam de 21 e 93 anos. Os óbitos ocorreram entre 29 de outubro e 30 de novembro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Curitiba (6), Foz do Iguaçu (5), Cascavel (4) e Maringá (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Arapongas, Colombo, Enéas Marques, Esperança Nova, Jacarezinho, Jaguariaíva, Lindoeste, Matinhos, Palotina, Paranaguá, Pinhais, Santo Antônio da Platina, São João do Triunfo, São Pedro do Ivaí e Sengés.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 2.660 casos de residentes de fora, 55 pessoas foram a óbito.


Um comentário

  1. Olho Vivo
    segunda-feira, 30 de novembro de 2020 – 21:24 hs

    Passado os pleitos municipais, começamos a olhar para 2022, Ratinho nada tranquilo e sozinho, só perde para ele mesmo, quem pode tornar a vida do Governador difícil e o petista BETO PRETO, o sumido secretário.
    Como ele consegue dormir, com tanta gente morrendo.
    Cadê as ações, os leitos de UTI?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*