Justiça nega pedido de Olavo de Carvalho para não indenizar Caetano | Fábio Campana

Justiça nega pedido de Olavo de Carvalho para não indenizar Caetano

Olavo de Carvalho recorreu da decisão judicial que o condenou a pagar R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso - Reprodução/Instagram e Joshua Roberts/ReutersO desembargador José Acir Lessa Giordani, da 12ª Câmara Cível do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio), negou o pedido do escritor Olavo de Carvalho para suspender indenização de R$ 2,9 milhões ao cantor Caetano Veloso por publicações que o acusavam de pedófilo. As informações são do UOL.

O pedido ainda vai ser julgado pelo colegiado da 12ª Câmara Cível, que também vai julgar um recurso do Olavo de impugnação da multa.

O escritor foi processado pelo cantor em 2017 e chegou a pedir R$ 65.966,78 por danos morais, mas como ele recusou apagar as publicações, teve o acúmulo de multa diária de R$ 10 mil. Caso Olavo de Carvalho não pague a multa, ele terá o acréscimo de 10% sobre a quantia total.


Um comentário

  1. ímpio
    sexta-feira, 13 de novembro de 2020 – 10:28 hs

    KKK e se o guru da familgia presidencial se recusar a pagar a multa o que é que vai acontecer com ele? Terá o nome incluído no SPS/Serasa? Terá o CPF cancelado? Não vai poder abrir conta corrente em banco? KKK dar calote é a melhor coisa que pode acontecer em Pindorama, a terra do Não Dá Nada Mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*