'Estamos perto do colapso', diz secretário Beto Preto | Fábio Campana

‘Estamos perto do colapso’, diz secretário Beto Preto

O governo do Estado suspendeu as cirurgias eletivas em todo o Paraná. A medida está no decreto 1412, editado na noite desta quinta-feira, 26, e deve entrar em vigor por 30 dias, a conta de 1º de dezembro. A informação foi dada nesta manhã de sexta-feira, 27 de novembro, pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, em entrevista ao jornal matinal da RPC, Bom Dia Paraná, e ocorre na mesma semana que as cirurgias eletivas foram suspensas em toda a rede púiblica e privada de Curitiba.

Beto Preto explicou que a decisão foi tomada após os números da Covid-19 no estado terem se agravado nos últimos dias. “A medida tem como objetivo liberar as equipes de atendimento para os casos de Covid-19, por enquanto seguem liberadas as cirurgias ambulatoriais”, disse Preto.

“Estamos muito próximos de um colapso”, explicou o secretário. Beto Preto ressaltou que se não forem tomadas medidas agora, em 15 dias, o número de casos poderá crescer três vezes, o que significaria um colapso da rede de atendimento.

Beto Preto disse que a medida foi adotada após conversas com o prefeito de Curitiba Rafael Greca e o vice-governador, Darci Piana. “Levamos ao governador esses números e deveremos ter novidades a partir da semana que vem”, adiantou.

Questionado sobre a desativação de leitos há poucos dias, Preto explicou que a Saúde esperava a agudização do casos no fim do verão, mas que a movimentação da campanha eleitoral havia antecipado esses casos. “Então não quer dizer que houve erro de planejamento, apenas uma adequação do sistema ao número de casos”, disse.

O secretário explicou ainda que enquanto não se tiver uma vacina e um tratamento mais preciso contra essa doença essa deve ser a dinâmica do sistema para atender a demanda da populção e conseguir atender a todos que precisarem de atendimento.

Beto Preto adiantou que novos leitos já serão ativados em Umuarama, Guarapuava e Maringá. (Bem Paraná)


5 comentários

  1. VAI QUE É SUA RUBINHO
    sexta-feira, 27 de novembro de 2020 – 18:55 hs

    O Scretário de Saúde do Paraná parece o piloto rubens barrichello. Sempre está atrasado.

    Parece marido traido é sempre o último a saber.

    O ilustre secretário deveria ser o líder, o primeiro a saber, o primeiro a comandar a reação contra a pademia.

    Mas como todo os integrantes do atual governo está sempre justificando o injustificável, sempre achando respontas.

    Não há um planejamento!! o secretário está justificando suas omissões a todo momento.

    São todos uns inconpetentes.

    Pena que o paranaense adora reeleger, e o atual governador será reeleito e junto esse reatardado, desculpe, retardatário e todos nós paranaense ficaremos sendo cobaias de um governo incompetente e de secretários que não sabem liderar.

  2. Marino
    sexta-feira, 27 de novembro de 2020 – 21:43 hs

    Como explicar essa prova para os funcionários pss nesse momento de aumento de casos do covid.
    É para matar os candidatos que vão prestar essa prova.
    Não existe explicação para uma aberração dessa.
    A mídia tem que contrariar a aplicação dessa prova.
    Ou só vai divulgar o aumento de mortos pela covid.

  3. João Bruning
    sexta-feira, 27 de novembro de 2020 – 23:14 hs

    A pronto! Esse camarada está de brincadeira! O anuncio era de que não iria fechar leitos abertos devido a pandemia. Fechou! Agora fala em colapso? Qualquer um que sabe fazer contas básicas podia ver que no abre e fecha do convívio social ondas senoidais de contágio viriam, é lógica simples! É isto que está ocorrendo mas a galera “entendida” quer chamar de 2ª onda. Bobagem, é o movimento social fácil de prever e que vai permanecer até arrefecer (todos serem contaminados), ou a vacinação começar.
    O Governador Ratinho Junior está se “queimando” com esse secretário de saúde!
    E antes que alguém diga que não fecharam leitos, fecharam sim. Uma ala inteira do H.U em Londrina por exemplo.

    Abraço!

  4. Olho Vivo
    sábado, 28 de novembro de 2020 – 7:16 hs

    Acorde desse sono profundo Beto Preto!
    Os números de casos e mortes não param de aumentar, e você não aparece, não toma decisão, se esconde atrás do Nestor.
    Os servidores estão morrendo e você, por birra, não libera o teletrabalho.
    Você será eternamente lembrado pela morte de milhares de paranaenses.
    Nunca terá meu voto para deputado federal!!!!

  5. Dirceu
    domingo, 29 de novembro de 2020 – 12:34 hs

    Onde está os hospitais de campanha…? Ou vai esperar o que?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*