Em Fazenda Rio Grande, a disputa está pau a pau | Fábio Campana

Em Fazenda Rio Grande,
a disputa está pau a pau

Não há mais como projetar vitória em cima de pesquisas. A decisão será no voto, no dia. Esta semana que começa hoje será decisiva. Quem crescer mais nos últimos dias será o vitorioso.

As pesquisas já não retratam a realidade. Há muitas, uma para cada gosto. E o erros foram tantos que se desmoralizaram. Uma das eleições mais disputadas neste ano é a de Fazenda Rio Grande, onde se confrontam as principais forças políticas que governaram o município nas últimas décadas. Ninguém duvida que a disputa está empatada. Pau a pau. A semana decisiva é esta que começa agora,

Há uma tendência a favor do o ex-prefeito Chico Santos (foto), do PSD, que tem o apoio do governador Ratinho Jr e uma ampla frente de partidos e lideranças do Estado. De outro está Nassib Kassem Hammad, que prefere ser chamado de doutor Nassib, que já foi vice e apoiador de Chico Santos, derrotado na última eleição, e que agora se apresenta pelo PSL e associado ao grupo politico de Toninho Wandscheer, que já foi prefeito e era inimigo politico de Nassib.

Na verdade, em Fazenda Rio Grande, a eleição do novo prefeito passou a ser uma questão decisiva para a cidade. Significa a escolha de um tipo de administração.

Chico Santos foi prefeito com Nassib na vice para enfrentar Toninho Wandscheer e tirar a cidade de um projeto pessoal que a tornava desimportante porque projetada apenas para ampliar a venda de lotes de um ganancioso empreendimento privado. É com essa disposição que Chico Santos se propõe a voltar à Prefeitura, para fazer dela um instrumento do interesse público e social, e não um mero joguete de interesses particulares, como diz ele.

Entre uma eleição e outra, Nassib mudou de grupo, de partido, de lado. Ele, que foi vice de Chico Santos, em 2008, em vitória histórica contra o grupo de Toninho Wandscheer, com a promessa de acabar com uma política de transformação de Fazenda Rio Grande em cidade dormitório, desprovida de infraestrutura e de um projeto de desenvolvimento econômico que viesse a oferecer empregos, renda e oportunidades próprias, agora representa tudo aquilo que um dia dizia que combatia.

Nassib é o candidato do grupo de Toninho Wandscheer, um bem sucedido vendedor de imóveis que fez de Fazenda Rio Grande seu negócio e seu reduto político. Aqui se instalou depois de se tornar grande proprietário de uma área não urbanizada. Elegeu-se prefeito e imediatamente transferiu todos os investimentos públicos para a valorização dessa área, deslocando o eixo original da cidade com a transferência dos serviços e instituições públicas.

Essa fórmula, que alavancou os negócios de Wandscheer, demonstrou-se péssima para a comunidade. Transformou Fazenda Rio Grande num grande loteamento que produziu uma cidade dormitório. O loteamento é de propriedade da família Wandscheer, óbvio. Agora, Wandscheer luta com todas as suas forças para eleger Nassib, pois os dois passaram a ter interesses comuns.

Mas há mais, muito mais, a juntar Nassib e Wandscheer. O que eles tem em comum?


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*