Diagnósticos e mortes por Covid-19 sobem 91% e 63% em Curitiba | Fábio Campana

Diagnósticos e mortes por Covid-19 sobem 91% e 63% em Curitiba

Com o boletim divulgado no final da tarde deste sábado (21 de novembro) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Curitiba viu chegar ao fim a 36ª semana convivendo com a pandemia do novo coronavírus. E os dados da semana que se encerra, a chamada média móvel, trazem motivos para grande preocupação, com aumento importante na média de novos casos e óbitos por dia, além do recorde de casos ativos na cidade.

Com relação aos diagnósticos, de uma semana para a outra a capital paranaense viu a média diária praticamente dobrar. Na semana de número 36, entre os dias 15 e 21 de novembro, foram 1.067,29 novos casos da doença diagnosticados por dia, ao passo que na semana anterior (35) havia sido 559,43 registros. O aumento de uma para a outra semana, portanto, foi de 90,78%.

Com o avanço dos novos casos, a capital paranaense bate pela segunda semana consecutiva o recorde de diagnósticos diários.

No primeiro pico da pandemia, o recorde de novos casos havia sido registrado na semana de número 19, entre os dias 19 e 25 de julho, com 528,14.

Média de mortes avança mais de 63%

Quanto ao número diário de mortes causadas por infecções pelo novo coronavírus, Curitiba viu o índice saltar 63,16%, passando de 5,43 mortes na semana de número 35 para 8,86 na semana 36.

Trata-se da maior média diária de mortes desde a semana 28, entre os dias 20 e 26 de setembro, quando 10 vidas foram ceifadas por dia na capital paranaense.

De toda forma, o recorde de óbitos permanece com a semana de número 21, entre os dias 2 e 8 de agosto, quando a Covid-19 levou 18,29 vidas por dia na capital paranaense.

Número de casos ativos bate recorde

Na esteira do aumento no número de testes feitos na cidade e do aumento no número de diagnósticos, Curitiba viu nesta semana o número diário de casos ativos da doença bater recordes consecutivos.

No boletim de hoje foi anunciado que 9.637 pessoas que vivem na cidade estão atualmente infectadas pelo novo coronavírus, o que também significa que podem transmitir a doença.

Após registrar forte queda entre os meses de setembro e outubro, quando chegou-se a registrar menos de 3 mil casos ativos na cidade em um dia, o número diário de casos ativos voltou a crescer fortemente neste mês, registrando altas consecutivas desde o dia 4 de novembro.

EVOLUÇÃO DA MÉDIA MÓVEL DE NOVOS CASOS E ÓBITOS POR COVID-19 EM CURITIBA

SEMANA Casos/dia Óbitos/dia
36 1.067,29 8,86
35 559,43 5,43
34 363,29 5,86
33 306,43 5,14
32 272,29 5,14
31 238,86 6,57
30 294,14 6,71
29 280,57 8,57
28 346,14 10,00
27 404,29 9,57
26 365,43 8,00
25 434,14 12,29
24 393,43 10,00
23 392,00 16,29
22 452,71 14,43
21 525,86 18,29
20 451,00 14,71
19 528,14 17,71
18 489,43 13,43
17 454,00 8,57
16 326,86 7,00
15 195,00 4,43
14 151,00 3,43
13 69,57 2,86
12 25,86 1,71
11 24,71 1,43
10 13,57 0,43
9 15,71 0,57
8 15,43 0,57
7 16,29 1,29
6 15,43 1,00
5 13,14 0,43
4 21,00 0,86
3 12,43 0,00
2 6,29 0,00
1 7,75 0,00


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*