A pedido de candidato do PT, Justiça suspende sabatina de jornal | Fábio Campana

A pedido de candidato do PT, Justiça suspende sabatina de jornal

Paulo Opuszka (PT): candidato havia ficado de fora da sabatinaO juiz Rodrigo Domingos Peluso Júnior, da 177ª Zona Eleitoral de Curitiba, acatou ação do candidato do PT à prefeitura de Curitiba, Paulo Opuszka, e determinou a suspensão da primeira rodada de sabatinas promovida pelo jornal Gazeta do Povo. Segundo a assessoria do PT, a ação aponta “falta de isonomia no processo de seleção dos candidatos participantes” dos debates que ocorreriam de terça a sexta, e seriam transmitidos via Youtube.

O jornal fez acordo para chamar os oito candidatos mais bem colocados na última pesquisa Ibope/RPC. Paulo Opuszka (PT) apareceu com 1% das inteções de voto, mesmo índice de Professora Samara (PSTU); Marisa Lobo (Avante); Professor Mocellin (PV); Zé Boni (PTC) e Letícia Lanz (PSOL).

Em primeiro está Rafael Greca (DEM), com 46%. Em seguida vem Fernando Francischini (PSL) e Goura (PDT), com 8%; Christiane Yared (PL): 5%; João Arruda (MDB): 3%; Carol Arns (Podemos): 3%; e João Guilherme (Novo): 2%.

De acordo com a representação do partido, ao estabelecer que seriam convidados os oito candidatos mais bem posicionados na última pesquisa Ibope/RPC, desconsiderando a margem de erro e utilizando como critério para desempate o percentual mais baixo de rejeição entre os candidatos, a Gazeta do Povo teria ignorado os preceitos democráticos de isonomia. Pelo critério definido pela emissora, Opuszka ficou fora dos debates. “Sabemos que de acordo com essa pesquisa temos seis candidatos empatados. O justo seria que a população pudesse ouvir a todos, ainda que seguindo o princípio de representatividade no Congresso Nacional”, alega o candidato do PT.

A decisão liminar do juiz suspende a primeira rodada de debates até o julgamento final da representação. A primeira sabatina, entre os candidatos Goura (PDT) e João Arruda (MDB), foi realizada hoje. A segunda seria amanhã, com Christiane Yared (PL) e Professora Samara (PSTU). A ordem judicial também incluiu a retirada do vídeo da primeira sabatina do You Tube.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PR-01535/2020 e tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento ouviu 805 eleitores entre os dias 20 e 22 de outubro, com nível de confiança de 95% e foi contratado pela RPC TV.

A Gazeta do Povo afirmou, em texto publicado no início da noite de hoje, que “amparada pela legislação e pela jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral, que desobriga jornais e portais de internet a dar tratamento isonômico a candidatos ou partidos, diferentemente de rádios e TVs, que são obrigadas a convidar para debates candidatos de todos os partidos com representação no Congresso (…) decidiu convidar oito dos 16 candidatos a prefeito de Curitiba para seus debates, em encontros ‘um contra um’. O jornal alega que “a decisão de se convidar oito candidatos se deu por limitações técnicas e também por questões de segurança de saúde relacionadas à pandemia de coronavírus”.

Em relação ao Ibope, a empresa afirma que “como regra de desempate, o jornal optou por convidar os candidatos com menor taxa de rejeição apontada pela mesma pesquisa”. Diz ainda que as regras foram apresentadas em reunião por vídeoconferência, e que “representantes do PT e de outros partidos protestaram quanto ao critério utilizado pelo jornal, mas confirmaram intenção de participar dos debates conforme as regras estabelecidas e subscreveram o documento, encaminhado a todos os partidos”. A Gazeta também informou aos partidos que os demais candidatos que não fossem convidados a participar dos debates seriam convidados para entrevistas publicadas antes do primeiro turno.

“Na pesquisa Ibope/RPC divulgada em 22 de outubro* havia seis candidatos empatados em oitavo lugar, com 1% de intenção de votos. Desse modo, para definir o oitavo participante, foi utilizado o critério de convite ao candidato com menor taxa de rejeição. Com a desistência de Rafael Greca (DEM) de participar dos debates, a Gazeta convidou o próximo candidato empatado em oitavo lugar com menor taxa de rejeição, e a partir desta lista foram sorteados e definidos os confrontos, que começaram nesta terça (3). A Gazeta do Povo, agora, espera reverter a decisão judicial para proceder com a realização dos encontros já agendados com os demais candidatos e reagendar o debate entre Christiane Yared e Profa. Samara”, diz o jornal. (Bem Paraná)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*