Problema da pandemia foi superdimensionado, diz Bolsonaro | Fábio Campana

Problema da pandemia foi superdimensionado, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quarta-feira (14), que a pandemia do novo coronavírus foi “superdimensionada” no país. Até esta quarta, 151 mil pessoas morreram por causa da Covid-19 e 5,1 milhões foram contaminadas.

“Entramos 2020 e tivemos o problema da pandemia que, no meu entendimento, foi superdimensionado”, avaliou o presidente, nesta manhã, durante posse de Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira como presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

“Desde o começo, falei que tínhamos dois problemas pela frente, a questão do vírus e do desemprego, e que eles deveriam ser tratados com a mesma responsabilidade e simultaneamente”, afirmou Bolsonaro, ao lado do presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Em seguida, o presidente da República disse, durante a videoconferência, que se o país, ou parte do empresariado, tivesse “embarcado na onda do ‘fique em casa que a economia a gente vê depois’”, o Brasil estaria em uma situação “bastante complicada”.

“O grande trabalho do governo federal, porque nós somos os empregados de vocês, é não atrapalhar quem queira empreender e quem queira produzir. Em especial, quem queira empregar mais gente em nosso Brasil”, completou o chefe do Executivo federal. (Metrópoles)


Um comentário

  1. ímpio
    quarta-feira, 14 de outubro de 2020 – 21:47 hs

    O homem parece que a cada dia que passa fica mais e mais maluco, agora só falta culpar os que adoeceram ou morreram por causa desta praga. O mais triste de tudo isto é que o homem inventa estórias e acredita nelas. Maluco total

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*