Filmes que nunca foram feitos | Fábio Campana

Filmes que nunca foram feitos

José Augusto Jensen, Ideias – Existem projetos de filmes que diretores e produtores, por razões diversas, nunca foram finalizados e exibidos ou sequer começados. Roteiros arquivados ou também nem terminados. Um caso famoso é “Napoleão”, que Stanley Kubrick planejava filmar logo depois de “2001: uma odisseia no espaço” de 1968. Visitou diversos países na Europa em busca de locações, convidou Jack Nicholson para o papel principal, e já tinha parte do roteiro. Começou a captar recursos e um estúdio, mas o projeto ficou muito caro, o que o fez desistir e dedicar-se a “Laranja mecânica” bem menos dispendioso.

Mas outros fatores podiam impedir a realização como por exemplo o “Código de produção de Hollywood”, o Hays Office, durante o tempo de sua vigência, mais as ligas religiosas que poderiam boicotar a presença do público nos cinemas, única fonte de renda para os filmes na época. O diretor e roteirista Billy Wilder, com seus temas ousados e humor cáustico deixou de realizar muitas ideias que tinha, na maioria das vezes, antes de as colocar no papel, pois sabia que não seriam aprovadas. Por exemplo, bolou um roteiro edipiano em que mãe e filho ardem de amor um pelo outro. Decidem, para além de todos os preconceitos, viver juntos como marido e mulher. Depois de muitos anos de felicidade, a mãe revela ao filho uma verdade pavorosa: “Tenho que confessar uma coisa: durante todos esses anos eu o enganei, pois não sou sua mãe”. O filho desaba em prantos e se suicida.

Leia mais


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*