Cena anti-imperialista | Fábio Campana

Cena anti-imperialista

Luiz Geraldo Mazza, na Ideias

Em 1960 tivemos uma das eleições mais ideologizadas do Brasil, um racha entre nacionalistas e cosmopolitas, isto é, entre o livre mercado e a intervenção. Havia o Iseb, Instituto Superior de Estudos Brasileiros, uma fábrica de ideologia, como se fosse o oposto da Escola Superior de Guerra, doutrina que nos condicionava geopoliticamente aos Estados Unidos da América do Norte. Pois bem, foi em meio a esse tumulto que Curitiba exibiu um dos episódios mais curiosos de nacionalismo. Estávamos na semana da Pátria e havia bem no centro da avenida Luiz Xavier um imenso balão da Coca-Cola e foi do alto do Palácio Avenida, em que morava, que o cartorário José Nociti ficou estarrecido com aquele símbolo mesclado à celebração patriótica.

Leia mais


Um comentário

  1. Palpiteiro
    terça-feira, 6 de outubro de 2020 – 12:31 hs

    O Brasil de sempre… chega de intermediários, Lincoln Gordon para presidente…. cunhado não é parente… o povo unido…. e la vem o Brasil descendo a ladeira… nunca subindo…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*