Ranieri disse que ficou no PT por conta de contrato com Itaipu | Fábio Campana

Ranieri disse que ficou no PT por conta de contrato com Itaipu

O candidato a prefeito de Foz Iguaçu pelo PRTB, Ranieri Alberton Marchiori, admitiu nesta segunda-feira, 28, filiação ao PT entre 2002 e 2017, portanto por 15 anos, e afirmou que ficou no petismo por força de contrato com a Itaipu Binacional. “Meu contrato começou em 1995, sete anos antes da minha filiação do PT. Em 2005 começaram as denúncias de corrupção contra o PT eu fiquei mais dois anos, até 2007, quando fui sair, fui aconselhado por um superintendente da Itaipu que se eu me saísse do partido, poderia perder o meu contrato”, disse Ranieri em entrevista ao programa Contraponto da Rádio Cultura.

Ranieri, no entanto, não declinou qual superintendente da binacional pediu sua permanência no PT, mas justificou. “O contrato com a Itaipu era o principal cliente da minha empresa. Eu então continuei no partido até a mudança de diretoria da Itaipu” disse na entrevista.


2 comentários

  1. Luiz Sérgio Vieira
    terça-feira, 29 de setembro de 2020 – 1:54 hs

    Moral da história: sua ideologia é seu interesse econômico.

  2. ímpio
    quarta-feira, 30 de setembro de 2020 – 17:30 hs

    O sincericídio do candidato é surpreendente mas concordo com ele, agiu como todo bom pestista, ficou até o barco fazer água, aí pulou fora para não morrer afogado. Com este “discurso” consegue convencer os irmãos e a irmãzinhas da igreja, contando com a aval do pastor, é claro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*