MP-PR abre inquérito para investigar corte de araucárias | Fábio Campana

MP-PR abre inquérito para
investigar corte de araucárias

MP-PR investiga corte de araucárias em São Miguel do Iguaçu  — Foto: Reprodução/RPC

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) abriu um inquérito para investigar a derrubada de 214 araucárias, árvore símbolo do Paraná, em São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná. O inquérito foi aberto após uma denúncia anônima.

A licença de corte, que é válida por um ano, foi dada em agosto do ano passado pelo Instituto Água e Terra (IAT). O órgão atendeu a um pedido do produtor, que queria mais espaço para o pasto para aumentar a renda familiar.

O IAT informou ainda que as araucárias eram plantadas e que, nessas condições, é possível fazer a derrubada.

“Esses documentos foram apresentados e analisados por um engenheiro florestal do IAT e que, ao fazer a vistoria e analisar a documentação apresentada, opinou pela emissão da autorização”, explicou o chefe regional do IAT, Carlos Antônio Pittom. As informações são do G1.

Depois da denúncia, o MP recomendou que o corte das árvores fosse suspenso, mas quando isso aconteceu, pelo menos 200 já tinha sido derrubadas.

Conforme os promotores, o produtor rural já responde por crime ambiental pelo corte não autorizado de 28 araucárias na mesma área. Ele foi procurado pela reportagem da RPC, mas não quis comentar o caso.

O MP está aguardo das análises das equipes de engenharia florestal para decidir se denuncia ou não o caso à Justiça.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*