Manfron, mandante do assassinato de Miguel Donha, foi preso | Fábio Campana

Manfron, mandante do assassinato
de Miguel Donha, foi preso

Condenado à prisão por ter sido mandante de assassinato em Rio Branco do Sul, há mais de 20 anos, Azemir João de Barros, conhecido como Alzemir Manfron, condenado pela morte de Miguel Donha (foto), que era filiado ao PPS, atual Cidadania.foi foi preso nesta quinta-feira (24) em Curitiba.

O crime ocorreu no início do ano 2000 – a vítima era pré-candidato a prefeito de Almirante Tamandaré e rival político do réu, que foi sentenciado em 2017 à pena de 16 anos, 7 meses e 15 dias de reclusão em regime fechado. Após os recursos da defesa terem sido negados, o processo já transitou em julgado.

A Promotoria de Justiça de Rio Branco do Sul, requereu o cumprimento da decisão, o que foi deferido pelo Juízo Criminal da comarca. A prisão foi efetuada nesta manhã, no bairro Cabral, em Curitiba, por uma equipe do Gaeco.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*