Greca se explica | Fábio Campana

Greca se explica

Quero dizer a todos que não participarei do primeiro debate na TV, o da Band. Tomei essa decisão com muito pesar, pois debater ideias é o meu forte e me motiva a trabalhar mais e melhor. Mas foi preciso, visto que mesmo com todas as orientações do nosso comitê de técnica e ética médica, o ambiente não proporcionará todos protocolos sanitários recomendados e tão amplamente pedidos por mim a todos vocês curitibanos. Estarei com vocês conversando aqui nas minhas redes, fiquem ligados para que possamos manter este diálogo direto.

Publicado por Rafael Greca de Macedo em Quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Em vídeo divulgado hoje nas redes sociais, o prefeito Rafael Greca (DEM) tentou justificar a ausência no primeiro debate entre os candidatos à prefeitura da Capital nas eleições deste ano, marcado para o próximo dia 1º, na Band TV. Greca alega que o confronto não respeita as normas de prevenção contra o Covid-19, mesmo tendo sido dividido em dois dias, com a participação de oito candidatos em cada um deles.

“Vocês sabem o quanto eu estimo a discussão das ideias, o debate político, de propostas. Depois de todas as recomendações do nosso criterioso comitê de técnica e ética médica, o ambiente apresentado não se coaduna, não está de acordo com as normas de segurança sanitária, com as distâncias respiratórias necessárias. Por isso, não participarei”, afirmou o prefeito. “Mas estarei nas redes sociais, e se disserem mentiras sobre mim direi verdades sobre eles”, avisou ele.  As informações são do Bem Paraná.

A Band decidiu, após acordo com os candidatos, dividir o confronto em dois dias: 1º e 14 de outubro. O prefeito, a princípio, seria escalado para o primeiro dia. Houve sorteio para escolher os participantes dos dois dias.

No primeiro debate, a ser realizado no dia 1° de outubro, participarão Marisa Lobo (Avante), João Arruda (MDB), Renato Mocelin (PV), Paulo Opuszka (PT), João Guilherme (Novo), Camila Lanes (PCdoB) e Fernando Francischini (PSL).

Já no dia 14 de outubro, vão participar os candidatos Christiane Yared (PL), Goura Nataraj (PDT), Samara Garratini (PSTU) , Zé Boni (PTC), Diogo T. Hara Furtado (PCO), Caroline Arns (Podemos), Letícia Lanz (PSOL) e Eloy Casagrande (Rede). O debate será nos estúdios da televisão e transmitido ao vivo a partir das 22h45, com duas horas de duração.

Segundo o gerente de jornalismo da Band, João Azevedo, a divisão foi motivada pela pandemia, o grande número de candidatos e pela decisão de dar espaço a todos os candidatos. “Para que todos os candidatos possam passar a sua mensagem”, explica.

Por lei, as emissoras de TV são obrigadas a chamarem todos os candidatos dos partidos que tenham pelo menos cinco deputados federais. Em Curitiba, por esse critério, as emissoras seriam obrigadas a convidar onze dos 16 candidatos a prefeito da Capital paranaense: Greca, Francischini, Christiane Yared, Goura, Paulo Opuszka, João Arruda, Letícia Lanz, Marisa Lobo, Camila Lanes, João Guilherme e Carol Arns.

Azevedo confirma que a pandemia também pesou na decisão de dividir os confrontos. “Seria inviável fazer com dezesseis candidatos. Ou mesmo com onze”, avalia.


5 comentários

  1. Benedito
    sexta-feira, 25 de setembro de 2020 – 9:53 hs

    Candidato que foge das discussões das ideias para o bem e o desenvolvimento da cidade, não merece os votos dos eleitores. Pois quem não participar do primeiro debate pela lógica não poderá participar do segundo. E viva Curitiba!

  2. Observador
    sexta-feira, 25 de setembro de 2020 – 10:11 hs

    Um debate deste tamanho não é produtivo, fica muito limitado e não agrega nada, nem ao eleitor. A nova política exige novas formas de comunicar. o ringue normal destes debates está desgastado, ninguém aguenta mais as baixarias que rolam nisto. Está certo Greca é um desgaste que não vale a pena, vale muito mais estar na internet diretamente com o eleitor.

  3. Luiz Claudio
    sexta-feira, 25 de setembro de 2020 – 10:24 hs

    Que desculpinha, hein, senhor prefeito?!
    A band com certeza tomará todas as precauções para que nada aconteça. Falar por rede social é fácil (pode formular um baita texto com ajuda dos assessores). Queremos ver o senhor debatendo ao vivo com os adversários.

    Mostre o quanto priorizou saúde, educação e assistência.
    Mostre que não é só de asfalto de que se vive

  4. gil souza
    sexta-feira, 25 de setembro de 2020 – 10:32 hs

    Não sabe como responder os Milhões em contratos sem licitação e ajuda aos ônibus , e enriquecimento GG

  5. sexta-feira, 25 de setembro de 2020 – 21:15 hs

    participar de debate para que… ninguém acredita mesmo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*