Goura lança campanha de financiamento coletivo | Fábio Campana

Goura lança campanha de financiamento coletivo

Goura e a vice, Ana Moro: meta inicial é arrecadar R$ 30 mil para a produção dos primeiros materiais gráficos da campanha, que terá início no domingoA campanha do pré-candidato Goura (PDT) à prefeitura de Curitiba lançou uma vaquinha online para a arrecadar dinheiro para financiar despesas durante as eleições municipais. O processo de financiamento coletivo será feito por meio da plataforma Democratize no link www.agoraegoura.financie.de.

Para os candidatos, além de garantir mais transparência ao processo de arrecadação, o processo de financiamento coletivo evidencia um dos princípios da campanha dos pedetistas nessa eleição. “Vamos incentivar as ações colaborativas como esta para a construir uma outra Curitiba, muito mais humana e igualitária”, comenta Goura. As informações são do Bem Paraná.

Ele lembra que, logo após a homologação de sua pré-candidatura na convenção do PDT, centenas de pessoas se mobilizaram nas redes sociais, se colocando como voluntários e voluntárias para ajudar na campanha. “O financiamento coletivo e a participação voluntária serão nossa principal força para garantir tudo o que uma campanha necessita”, disse o deputado, que também destacou a importância do financiamento a partir dos fundos eleitorais do PDT, que serão repassados aos candidatos.

Para Goura, não faltam exemplos para motivar a militância e provar que é possível transformar a cidade agindo coletivamente. “No início de nosso ativismo nas ruas de Curitiba, há 20 anos, transformar a cidade era uma utopia. Mas quanto mais caminhamos, mais ela foi se mostrando possível. Agora ela é real. Para chegarmos à prefeitura, vamos precisar de todo o apoio desde já”, afirma.

Para contribuir para a campanha dos candidatos Goura e da vice Ana Moro, é preciso acessar o site agoraegoura.financie.de e doar qualquer valor entre R$ 10 e R$ 1.064,09. “O processo é muito simples e qualquer pessoas consegue fazer uma doação rapidamente”, explica Ana Moro. A meta inicial é arrecadar R$ 30 mil para a produção dos primeiros materiais gráficos da campanha, que terá início neste domingo, dia 27 de setembro.

Ainda recente no Brasil, a prática do financiamento coletivo é muito comum em campanhas políticas em países desenvolvidos, entre eles a Espanha. Em 2014, o partido Podemos virou uma grande referência em transparência eleitoral ao utilizar uma plataforma de arrecadação de recursos que trazia metas e prestação de contas em tempo real.


3 comentários

  1. Gustavo Reis
    quinta-feira, 24 de setembro de 2020 – 11:29 hs

    Precisa de dinheiro pra campanha?
    Pede pro PDT te arrumar a grana. O PDT é um partido que recebe parte dos 3 BILHÕES de reais dos fundos partidários e fundo eleitoral.
    Dinheiro dos nossos IMPOSTOS.

  2. O Profeta
    quinta-feira, 24 de setembro de 2020 – 13:14 hs

    Cadê os coronéis do Ceará, os irmãos Gomes. E é por causa deles que não voto em mais ninguém do PDT.

  3. Larissa Manuela
    quinta-feira, 24 de setembro de 2020 – 14:53 hs

    Cara de pau!!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*