Goura descarta 'frente progressista de partidos' no primeiro turno | Fábio Campana

Goura descarta ‘frente progressista
de partidos’ no primeiro turno


O deputado estadual e candidato do PDT à prefeitura de Curitiba, Goura Nataraj, descartou a formação de uma “frente progressista” de partidos de oposição, mas deixou a porta aberta para a união dessas forças em um eventual segundo turno da eleição. Assim ele evita carregar para dentro de sua campanha os confrontos entre figuras que se digladiam, como Requião e Gustavo Fruet, e entre partidos que disputam previamente espaços no governo que ainda não foi conquistado, caso do PT e de correntes dentro do MDB que batalham por cargos e sinecuras que perderam com as derrotas sucessivas.

Desde sábado, quando foi escolhido para substituir o desistente Fruet, como candidato do PDT, Goura vem sendo cotado para assumir a liderança de legendas que fazem oposição ao atual prefeito Rafael Greca (DEM), candidato à reeleição. Requião tentou liderar esse movimento que poderia reunir PDT, MDB, PT, PC do B e PSOL, como reposta à união de partidos de centro-direita em torno de Greca. No Leia Mais a íntegra da nota pública de Goura.

Após a desistência de Ney Leprevost (PSD), Luciano Ducci (PSB) e Luizão Goulart em favor do atual prefeito, além da candidatura do deputado estadual Fernando Francischini (PSL), que conta com o apoio do PSDB. Na nota, porém, Goura afirma que essa união seria uma estratégia para fortalecer as forças progressistas que fazem oposição tanto a Greca, quanto aos governos Ratinho Jr e Jair Bolsonaro. Mas que como essa possibilidade só surgiu às vésperas do prazo final para as convenções, que termina na quarta-feira, não haveria viabilidade para compor essa coligação.

NOTA PÚBLICA

Dadas as circunstâncias que me levaram a ser candidato a prefeito de Curitiba pelo Partido Democrático Trabalhista, em convenção no último sábado, dia 12 de setembro, venho a público expressar o meu compromisso pela construção de um diálogo permanente com as forças progressistas que disputam essa eleição contra o atual mandatário do Executivo Municipal e contra os representantes do atraso e do obscurantismo na política.

Em meio às dificuldades, principalmente pelo tempo exíguo, de se costurar uma aliança para a
formação de uma Frente Ampla Progressista para disputar essa eleição contra o candidato do
sistema, quero deixar claro a importância de somarmos os esforços na defesa de políticas públicas
que beneficiem o todo da sociedade e não apenas poucos privilegiados.
Quero reiterar meu compromisso com a democracia, com os direitos humanos e com a justiça social
que tem nos colocado sempre ao lado daqueles que defendem os mesmos princípios. Foi assim
durante o meu mandato de vereador de Curitiba e assim continua sendo no meu mandato de
deputado estadual do Paraná.
Estamos todos nós do mesmo lado contra os representantes do atraso, do ódio e da violência. E assim
devemos continuar nesta disputa eleitoral. Sempre respeitando os espaços e os princípios dos
partidos de forma independente e coerente.
Sendo assim, quero deixar claro que uma política de alianças neste momento não tem o tempo
necessário para que seja construída de forma transparente, ética e representativa de todas as forças
envolvidas neste processo. Isso deverá se dar ao longo da campanha e na batalha para que tenhamos
um segundo turno nestas eleições municipais.
Eu, como candidato do PDT de Curitiba, vou continuar a trabalhar com todos aqueles se identificam
com os valores humanistas e progressistas por uma sociedade mais justa e igualitária.
Este é o meu compromisso e do meu partido.
Goura
Deputado estadual e pré-candidato do PDT à Prefeitura de Curitiba.


4 comentários

  1. Wilson Braga
    segunda-feira, 14 de setembro de 2020 – 19:36 hs

    Goura será o próximo Prefeito !

  2. Victor
    terça-feira, 15 de setembro de 2020 – 8:44 hs

    Goura prefeito !!!

  3. Palpiteiro
    terça-feira, 15 de setembro de 2020 – 11:57 hs

    Este nome é mau aGouro… aGourento para a cidade…

  4. Gustavo Reis
    terça-feira, 15 de setembro de 2020 – 14:59 hs

    Qual é a experiencia ou qualificação que tem, alem de ser ciclista? ou quais as propostas e realizações que fez, alem de pintar ciclovias(sic) no asfalto?´Parece ansioso e precipitado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*