Decano deve optar por plenário 'físico' do STF | Fábio Campana

Decano deve optar por
plenário ‘físico’ do STF

Coluna do Estadão – O ministro Celso de Mello, do STF, deve decidir nos próximos dias sobre o inquérito que investiga a suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal. A expectativa na Corte é de que ele retire do plenário virtual o julgamento sobre o depoimento do presidente da República. Motivo: o decano tem mais chances de sair vitorioso se a análise ocorrer no plenário “físico”, com a sessão sendo transmitida ao vivo, onde ele poderá expor, ponto a ponto, os fundamentos de sua decisão de 64 páginas que obriga Bolsonaro a depor pessoalmente.

O plenário virtual é uma plataforma online que permite aos ministros julgarem casos sem se reunirem pessoalmente ou por videoconferência, ou seja, sem transmissão ao vivo pela TV Justiça.

No plenário virtual, os ministros apenas depositam seus votos, sem maiores debates. O julgamento online também reduziria constrangimentos de ministros que viessem a discordar do decano para abraçar os argumentos da defesa de Bolsonaro.

Porém. Um ministro ouvido pela Coluna avalia que a questão dos depoimentos deve ser resolvida pelo relator de cada caso, não cabendo ao plenário reverter a decisão do decano pelo depoimento presencial.


Um comentário

  1. SERGIO SILVESTRE
    quarta-feira, 30 de setembro de 2020 – 12:37 hs

    Devia entregar o cargo em vez de nos encher o saco com aquela linguagem pastosa e cansativa que não serve para nada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*