Banco do Brasil e Caixa Econômica, no meu governo, não se cogita privatização, diz Bolsonaro | Fábio Campana

Banco do Brasil e Caixa Econômica, no meu governo, não se cogita privatização, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e a Casa da Moeda não serão privatizados em seu governo. Durante sua tradicional live semanal, ele afirmou que não está “segurando privatizações” e que qualquer processo é “demorado”.

“Não justifica a mídia falar que estou segurando, que o governo está segurando as privatizações. Tem muita coisa que dá prejuízo, você tem que privatizar. Até se entregar de graça é vantajoso se está dando prejuízo. Também nós entendemos que tudo aquilo que a iniciativa privada pode fazer, a gente vai abrir mão disso aí, esse é o nosso pensamento”, disse ao lado do presidente da Caixa, Pedro Guimarães. As informações são do Estadão.

O presidente afirmou que não interferiu ao retirar a Casa da Moeda do plano de privatizações do governo, que apenas exerceu um direito seu. Segundo ele, as funções da estatal, como a fabricação de passaportes e de papel moeda, são de “segurança nacional”.

“O pessoal fala em interferir. Exerci um direito meu, não é interferência, é um direito meu. Afinal de contas, se eu nomeio os ministros, no caso o Paulo Guedes dá posse aos presidentes de bancos estatais. A Casa da Moeda eu achei que não era o caso, tendo em vista informações que eu tive de outros países que a privatizaram e depois voltaram atrás.”


3 comentários

  1. Gustavo Reis
    sexta-feira, 18 de setembro de 2020 – 10:30 hs

    Essas afirmações só confirmam as evidências do caráter populista, anti liberal, nepotista, corporativista e sindicalista do PR.

  2. Moisés Fróes
    sexta-feira, 18 de setembro de 2020 – 14:15 hs

    Depois o que Ele fez com o Moro, o que Bolsonaro fala, não se escreve.

  3. ímpio
    domingo, 20 de setembro de 2020 – 17:08 hs

    O boçal muda de ideia como muda de camisa de clube. Na semana que vem pode vir vestido com a camisa do meu querido Coxa e desdizer tudo o que disse na quinta-feira passada, o cara é mais imprevisível dos que as previsões feitas pelo Simepar. Ou pelo Climatempo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*