Maia critica Lava Jato, pede fiscalização e diz que Moro 'virou político' | Fábio Campana

Maia critica Lava Jato, pede
fiscalização e diz que
Moro ‘virou político’

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a Operação Lava Jato e pediu mais fiscalização nos trabalhos da força-tarefa. Em entrevista à GloboNews neste domingo (5), Maia também falou do ex-ministro Sérgio Moro (Justiça) e da relação entre o presidente Jair Bolsonaro e o Congresso.

“Espero que o procurador-geral da República [Augusto Aras] consiga organizar o trabalho. Não é uma questão de interferência no trabalho dos procuradores, que têm independência. Mas alguém tem que coordenar, alguém tem que fiscalizar. Se não, acima da força-tarefa de Curitiba parece que não há nada. Precisa ter”, disse Maia à GloboNews.

Sobre Moro, Maia avalia que o ex-ministro “virou político” e tem força para ser candidato à presidência nas eleições de 2022: “Se ele for candidato, é candidato fortíssimo. Acho que fez bom trabalho no Ministério da Justiça. Falei que ele é político porque as ações dele depois que saiu do ministério são todas de político. Na minha opinião, ele caminha pra política. E acho bom que ele participe do processo”.


2 comentários

  1. Palpiteiro
    segunda-feira, 6 de julho de 2020 – 10:25 hs

    Não há pior do que o fanatismo cego e iracundo que permeia toda esta operação. Uma ira fanática e arrogante, que nada constrói, só destrói.

  2. segunda-feira, 6 de julho de 2020 – 12:54 hs

    Pensei que o Maia era outra coisa. Ele também tem seus nós pelas costas

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*