Francischini, Requião Filho e Chiorato juntos | Fábio Campana

Francischini, Requião Filho e Chiorato juntos

Não sei se vai dar para conciliar", diz Delegado Francischini ...Um projeto apresentado na Assembleia Legislativa propõe empréstimo a juro zero a micro e pequenos empreendedores paranaenses, junto a Agência de Fomento do Paraná e ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O objetivo é assegurar um tratamento diferenciado benéfico por parte do Poder Público para que as empresas continuem “vivas”, mantendo empregos e renda.

“São os pequenos empresários que enfrentam as maiores dificuldades para continuar seus trabalhos. Assim, a concessão de empréstimos a juros zero ao micro e pequeno empresário paranaense demonstrará o comprometimento do Estado com o setor e servirá como alavanca para fomentar a economia”, diz a justificativa da proposta assinada pelos deputados Delegado Francischini (PSL), Arilson Chiorato (PT) e Requião Filho (MDB). As informações são do Bem Paraná.

O projeto se destina a pequenas empresas inscritas no Simples Nacional e que faturem até R$ 1 milhão anuais. Os contratos de empréstimo sem juros valem durante o período da pandemia da covid-19 e até 24 meses após seu término oficial.

Proposta semelhante já tramita na Câmara Municipal de Curitiba, apresentada pelos vereadores Dalton Borba (PDT) e professor Euler (PSD). Ele prevê que a prefeitura, através da Agência Curitiba, ofereça “crédito especial, sem cobrança de juros, aos micro e pequenos empreendedores, bem como aos empreendedores individuais e profissionais autônomos que tiveram suas atividades paralisadas, total ou parcialmente, durante o período de vigência do decreto” que determina isolamento social e paralisação de determinadas atividades econômicas.


2 comentários

  1. Orlando
    quarta-feira, 22 de julho de 2020 – 20:12 hs

    Sim, com juro zero e com o aval desses políticos. O dinheiro do contribuinte paranaense não é capim.

  2. Mauro Bruno orso
    quarta-feira, 22 de julho de 2020 – 21:22 hs

    O empresário precisa que o deixem trabalhar e de menos impostos. O resto é balela politicagem pura.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*