Aliados de Moro fazem campanha para manter Dallagnol na Lava Jato | Fábio Campana

Aliados de Moro fazem campanha para manter Dallagnol na Lava Jato

Um pedido de afastamento do procurador Deltan Dallagnol da força-tarefa da operação Lava Jato acabou mobilizando apoiadores do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, que marcaram um “tuitaço” para o final da tarde desta segunda-feira. O movimento sob a hastag #DeltanNaLavajato acabou ocupando os trending topics no Twitter.

O pedido de afastamento foi feito pela senadora Kátia Abreu (PDT/TO), e deve ser julgado em 18 de agosto pelo Conselho Nacional do Ministério Público. Kátia Abreu pediu o afastamento do procurador porque acredita que os processos a que Deltan responde e os métodos podem comprometer o futuro da investigação. As informações são do Bem Paraná.

A data do julgamento foi definida pelo relator do processo, o conselheiro Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho. Ele já pediu para ouvir o procurador-geral, Augusto Aras e mais duas pessoas, o corregedor-geral, Rinaldo Reis Lima, e o conselheiro Otávio Luiz Rodrigues Jr, relator de processo disciplinar contra Dallagnol. Se o julgamento terminar no próprio 18, será 20 dias antes de Aras definir se prorroga a Lava jato ou arquiva tudo.


3 comentários

  1. SERGIO SILVESTRE
    quarta-feira, 29 de julho de 2020 – 10:59 hs

    Embora não simpatize com esse sujeito, acho que tem de ser mantido na Lavajato.

  2. Palpiteiro
    quarta-feira, 29 de julho de 2020 – 11:15 hs

    As revelações dos números das estripulias da Vaza Jato dão conta da audácia e da arrogância desta operação, que se tornou um Estado dentro do Estado, com suas próprias regras e ética. Sob o manto do combate à corrupção, xeretou tudo e todos, com ou sem autorizações devidas. E quase se tornaram uma “fundação” bilionária a gerir recursos pertencentes aos acionistas da Petrobrás.

  3. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    quinta-feira, 30 de julho de 2020 – 12:07 hs

    Palpiteiro, você está parecido à uma melancia. Verde por fora e vermelho por dentro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*