Saúde recomenda lockdown, mas depende dos prefeitos | Fábio Campana

Saúde recomenda lockdown,
mas depende dos prefeitos


Se dependesse do secretário da Saúde, Beto Preto, o Paraná inteiro estaria em lockdown. O avanço do coronavírus no Estado é mais que preocupante, especialmente em áreas críticas, como a região de Cascavel, a cidade mais infectada e que compromete o controle da progressão do vírus em todo o oeste. Ou a Região Metropolitana de Curitiba, incluída a capital, onde o prefeito Rafael Greca resiste à ideia de fechamento completo.

Mas tudo depende dos prefeitos, que podem decidir com autonomia o que fazer em seus municípios. De tal forma, que podem desconhecer medidas tomadas pelo governo do Estado, segundo o STF. E os prefeitos estão à beira de eleições. Muitos pretendem a reeleição, e são suscetíveis em demasia às pressões de grupos econômicos, corporativos, incluída a forte pressão das igrejas. Esses grupos se articulam e tem ligações políticas eficientes para não admitir o fechamento completo das atividades.

Nesta terça, o governo de Ratinho Jr tentará articular uma posição de consenso que leve a medidas que tenham a anuência dos prefeitos. E que envolva o Ministério Público, a Justiça, Legislativos e a representação empresarial.


2 comentários

  1. Olho Vivo
    terça-feira, 30 de junho de 2020 – 7:24 hs

    O grande problema desse governo, Governador, Secretários, Superintendentes, é coragem, ou melhor, a falta de!
    Todos aparentam ter medo de tomar a decisão, é muita reunião pra pouca ação. Essas reuniões conjuntas com outras instituições, não são para escutar e aprender, são para dividir a responsabilidade!
    O que tem o Presidente do TJ participar de uma reunião, e opinar em uma decisão do executivo, se no TJ ele está conduzindo, ao meu ver, de forma correta, home work e tecnologia, preservando os servidores e famílias.

  2. JM
    terça-feira, 30 de junho de 2020 – 9:15 hs

    Estão loucos, chega se fosse uma epidemia metade do planeta já estaria em coma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*