O sanfoneiro grotesco de Bolsonaro | Fábio Campana

O sanfoneiro grotesco de Bolsonaro


O cantor sanfoneiro de Bolsonaro é Gilson Machado, presidente da Embratur, que proporcionou espetáculo grotesco ao tocar e cantar “Ave Maria” ao lado do presidente e de Paulo Guedes. Gilson Machado Neto é um ativista homofóbico que no dia anterior declarou não ter “nada contra quem usa seu orifício rugoso infra-lombar para fazer sexo”. Medíocre não só na sanfona.


2 comentários

  1. vilson
    sexta-feira, 26 de junho de 2020 – 11:29 hs

    PALHAÇADA

  2. SERGIO SILVESTRE
    domingo, 28 de junho de 2020 – 12:50 hs

    Eu também não tenho nada contra o desvio de finalidade do aludido orifício.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*