Mendonça mais prestigiado que Moro | Fábio Campana

Mendonça mais prestigiado que Moro

Poder360

André Mendonça assumiu o Ministério da Justiça e Segurança Pública há 1 mês, depois da demissão de Sergio Moro. Desde então, reuniu-se ao menos 14 vezes com o presidente da República, Jair Bolsonaro. O Poder360 localizou na agenda de seu antecessor 23 reuniões com Bolsonaro. Média de 6 vezes por mês. A última foi a de 22 de abril.

A atuação intensa de Mendonça gerou controvérsias no Congresso. Na 3ª feira (26.mai.2020), o ministro da Justiça se encontrou com Abraham Weintraub (Educação). O advogado-geral da União, José Levi, participou, mas foi Mendonça quem apresentou 1 pedido de habeas corpus em defesa do colega. Normalmente a AGU se encarrega disso.

Mendonça intercedeu em nome do colega em relação ao depoimento determinado na 3ª feira (26.mai) pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, que deu 5 dias para a Polícia Federal ouvir o chefe da pasta da Educação.

André Mendonça também pediu o arquivamento do inquérito das fake news, alegando que ele é uma afronta à liberdade de expressão. No Twitter, ele disse que a medida tenta garantir a harmonia entre os poderes.

A atitude do ministro da Justiça, entretanto, incomodou deputados da oposição que querem convocar Mendonça para explicações. O ministro será questionado sobre eventual defesa de interesses particulares. Eis a íntegra do requerimento.

Mendonça é cotado para assumir a vaga no STF a ser deixada pela aposentadoria compulsória de Celso de Mello. Em novembro, o decano completa 75 anos, idade limite para atuação de ministros do Supremo. O presidente Jair Bolsonaro já sinalizou que pretende indicar alguém “terrivelmente evangélico”.


5 comentários

  1. Palpiteiro
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 10:25 hs

    Moro foi vítima da própria astúcia… está nas sagradas escrituras…

  2. revoltis
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 10:51 hs

    Morus foi infectado pelo virus da corrupção, poderia ter seu nome na historia e chegar a presidencia mas e um homem que pensa pequeno, mas preferiu trair o povo brasileiro e a si mesmo.

  3. SERGIO SILVESTRE
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 11:56 hs

    CELERADOS SÃO ASSIM,SE ALIAM DEPOIS SE MATAM,AI NO CASO O CAPITÃO DA MAFIA LEVA VANTAGEM ATÉ POR QUE TEM APOIO DE POLICIAIS ,MUITOS DELES SÃO OS QUE ATIRAM NAS COSTAS DE CRIANÇAS,SOBRAM EM POUCO QUE NÃO COMPACTUAM COM ELE.

  4. Roberta Cavalcanti
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 16:38 hs

    Boa tarde !
    Venho com muito respeito discordar > Acredito que o atual Ministro da Segurança NÃO tenha mais prestígio com o presidente do que o ex MINISTRO SERGIO MORO !
    Acredito SIM que por questão de AFINIDADES e OBJETIVOS em comum( acredito que todos entenderão o que quero dizer com AFINIDADES E OBJETIVOS EM COMUM ) !
    E se permitem mais um comentário > O atual presidente NÃO tem respeito por ninguém ! A não ser pelo Coronel Ustra !
    # FORA BOLSONARO !

  5. sábado, 30 de maio de 2020 – 12:52 hs

    André Mendonça, o Ivan Gélico. Dízimo periódico permanete para sempre!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*