Governo Bolsonaro pensa cassinos e bingos para reativar economia | Fábio Campana

Governo Bolsonaro pensa cassinos
e bingos para reativar economia


A declaração do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, do governo Bolsonaro, admitindo o projeto em estudo para instalar cassinos no Brasil animou o deputado Paulinho da Força, presidente nacional do Solidariedade. Paulinho é um dos parlamentares que se reuniram com Jair Bolsonaro no fim do ano passado para pedir o apoio do presidente à legalização dos jogos.

“Eu sempre fui um defensor da legalização dos jogos no Brasil, acho que é um desperdício [não ter a legalização]. Muita gente sai do Brasil para jogar, muita gente joga online e o Brasil deixa de arrecadar impostos. Além disso, é um entretenimento para as pessoas que gostam. Sou um defensor dos jogos, sempre defendi isso”, disse ele a O Antagonista.

Marcelo Álvaro Antônio afirmou, em entrevista ao jornal O Tempo, de Minas Gerais, que o projeto a ser apresentado a Bolsonaro é para autorizar a instalação de cassinos em resorts, principalmente no Nordeste — exatamente como defendem os lobistas do setor no país.

Paulinho da Força quer mais.

“Acho que não deveriam ser só cassinos, não. Poderiam abrir a possibilidade de ter bingos nas cidades. Estamos falando de criar empregos e arrecadação: os bingos criam muitos empregos.”

O deputado que ajudou a organizar manifestações quando Lula fechou os bingos no país, em 2004, acha que a jogatina poderá ajudar o Brasil a sair da crise pós-pandemia.

“Vamos entrar em uma crise profunda, com desemprego e recessão: nada melhor do que legalizar bingos e cassinos, o que daria arrecadação para o governo e criaria milhares de empregos.”

Seria uma apimentada no casamento de Bolsonaro com o Centrão.


3 comentários

  1. Valdi
    quarta-feira, 20 de maio de 2020 – 23:29 hs

    Paulinho da Força,faz a caixa fazer uns jogos lotericos mais facil para a populaçao brasileira.Ou diminua as dezenas dos jogos.

  2. VISIONÁRIO
    quinta-feira, 21 de maio de 2020 – 7:08 hs

    Não sou jogador e nem tampouco simpatizante dos jogos de azar mas no Brasil mas sobra hipocrisia ao discutir estes assuntos que contradizem com o que vemos na nossa cara. Todos os jogos são considerados do “azar”, estão por aí começando pelas loterias comandadas pelo governo federal. Os jogos do bicho estão ao lado destas contravenções e todo mundo consideraram normais como uma feira livre. Daí os Cassinos serem proibidos !?

  3. O Profeta
    sexta-feira, 22 de maio de 2020 – 6:57 hs

    Aproveita e libera também a maconha.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*