Bolsonaro diz que não pode passar por cima do Supremo | Fábio Campana

Bolsonaro diz que não pode passar por cima do Supremo

Um dia após ameaçar descumprir ordens do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro adotou um tom mais cauteloso nesta sexta-feira, 29, ao tratar das decisões da Corte Ao ser abordado por um apoiador que reclamou de estar “sofrendo” por causa do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), Bolsonaro respondeu com outra pergunta:

“Se coloque no meu lugar. Passa por cima do Supremo?”, em uma referência ao entendimento do tribunal de que Estados e municípios têm autonomia para decretar medidas de isolamento social.

A declaração, em frente ao Palácio do Alvorada, ocorre após Bolsonaro desafiar a Corte Suprema ao dizer que não toleraria mais decisões monocráticas de ministros.

A ameaça foi uma reação à operação da PF que fechou o cerco contra o chamado “gabinete do ódio”, grupo de assessores comandado pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) suspeito de disseminar fake news e ataques a autoridades públicas. A ação foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF.

– Informações do Estadão.


5 comentários

  1. revoltis
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 11:46 hs

    MAS UM MONTE DE TANQUE PASSA.

  2. Palpiteiro
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 12:58 hs

    Porque o Supremo nao pode ser criticado? Que diferença há entre os poderes? O legislativo e o executivo são triturados todos os dias na mídia e alhures e o judiciário não pode? O STF é o único “poder” qe exerce um “mandato”em nome próprio e vitalício. Foram nomeados com critérios duvidosos e ao bel prazer dos seus nomeadores. Estão lá por uma unção presidencial abençoada por um Senado sempre subserviente nestes processos. Uma ação entre amigos. Não prestam contas a ninguém e cada um dos seus membros é um “poder em si mesmo” que pode prender deputados, senadores, ministros, etc. É um poder anômalo que devia ser revisto. Deviam, no mínimo, ter mandatos definidos de oito anos, como um senador, permitida uma recondução. É preciso discutir o papel de uma instituição que está decrépita.

  3. revoltis
    sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 14:55 hs

    MAS UM MONTE VEICULO CAMUFLADO PASSA.

  4. SERGIO SILVESTRE
    sábado, 30 de maio de 2020 – 15:04 hs

    Se o Supremo foi escolhido de modo duvidoso,que dizer de um governo que foi escolhido por um bando de “ASNOS” e na esteira disso escolheram o pior congresso e senado da historia.Só para não esquecer,cade aqueles novos senadores paranaenses que seriam o bastião da moralidade,eu não tenho EURO VISTO.

  5. PIMENTA PURA
    domingo, 31 de maio de 2020 – 7:39 hs

    Pode sim. É só ter coragem e acionar o 142 !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*