MP pede suspensão de licitação de faixa de infraestrutura no litoral | Fábio Campana

MP pede suspensão de licitação de faixa de infraestrutura no litoral

Há uma queda de braço entre o governo e o Ministério Público do Paraná. Promotores afirmam que faixa de infraestrutura, é obra que será feita para beneficiar um porto privado. Ivonei Sfoggia procurador geral de justiça do PR, Alexandre Gaio, chefe da divisão de meio ambiente do MPE- GAEMA, e Priscila da Mata Cavalcanti, que coordena o núcleo de bacias litorâneas da GAEMA, são radicalmente contra a construção dessa ligação.

O governo, segundo declarações do próprio governador Ratinho Jr, considera a construção da faixa de infraestrutura, que inclui a construção da Rodovia entre a PR 407 até a Ponta do Poço, onde será construído o porto de Pontal, empreendimento privado. Essas obras, diz Ratinho Jr, são fundamentais para alavancar o desenvolvimento econômico do Paraná.

Tudo agora depende de uma decisão judicial, que dirá se o governo pode projetar e construir a obra que está nas prioridades estruturais, ou se o Ministério Público conseguirá impor sua posição acima da decisão do Estado.


9 comentários

  1. Intruso
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 16:44 hs

    Todo o investimento realizado no Estado é mediante parcerias PPP, pq o Estado tem q gastar a sua grana em saúde, educação e segurança pública.. A rodovia servirá o público em geral, q ataulemten sofre muito pelas peças condições do asfalto q na verdade é muito rústico..

  2. Gustavo Reis
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 16:53 hs

    Como sempre o cancer do Estado paralelo em que se transformou o ministério publico, acima da ordem jurídica.
    Um poder sem limites, arrogante, corporativista, sem controle externo, sem voto, que paira acima dos demais poderes, querendo governar e decidir tudo.
    O famoso 4o poder, fruto da estupida constituição de 88 que pariu este monstro.

  3. Gustavo Reis
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 16:55 hs

    o famoso 4o poder, fruto da mediocre constituição de 88 que pariu esse monstro.
    Como sempre o cancer do Estado paralelo em que se transformou o ministério publico, acima da ordem jurídica, sem limites, arrogante, corporativista, sem controle externo, sem voto, que paira acima dos demais poderes, querendo governar e decidir tudo.
    .

  4. Gustavo Reis
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 16:56 hs

    Não se pode fazer comentário nesta coluna contra o ministério publico que é censurado.
    o MP, o famoso 4o poder, fruto da mediocre constituição de 88 que pariu esse monstro.
    Como sempre o cancer do Estado paralelo em que se transformou o ministério publico, acima da ordem jurídica, sem limites, arrogante, corporativista, sem controle externo, sem voto, que paira acima dos demais poderes, querendo governar e decidir tudo.
    .

  5. antonio
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 17:33 hs

    Essas pessoas por acaso pensaram nos moradores da região? Foram ouvidos? Decidem a vida dos outros de dentro de gabinetes. E os veranistas que não conseguem chegar nas suas casas. A estrada atual virou uma avenida pois agora fica no meio dos balneários com construções de ambos os lados. E empregos que podem e serão criados para os moradores. E quanto a preservação da natureza algum comentário ou apenas o “contra” ao benefício de um empreendimento particular.

  6. Freddy Kruger
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 18:27 hs

    Que o Ministério Público deixe de criar entraves para o desenvolvimento do Litoral. Já chega o tempo do Requião e o Conselho do Litoral, que fizeram a região andar para trás 20 anos. Serão beneficiados todos os moradores que moram e tem casa de veraneio na região, bem como comerciantes, além da criação de novos postos de trabalho. Para cada emprego direto são gerados mais cinco indiretos. O que o Ministério Público quer é um afago e que suas reivindicações sejam atendidas ! Por causa destas coisas o litoral de Santa Catarina esta tão desenvolvido. Lá o Ministério Público não se intromete.

  7. matomi yasuda
    terça-feira, 3 de março de 2020 – 21:27 hs

    Estes dois promotores só querem nosso atraso. fiz denuncia contra um deles sobre venda e compra de imoveis e nada foi feiro. Viva o Brasil…

  8. quinta-feira, 5 de março de 2020 – 10:31 hs

    Na Minha Opinião Esta Estrada é Necessária Sim,,Muito Importante Para O Desenvolvimento do Nosso Litoral,,Temos Praias e Belezas Naturais Incriveis Para Ser Visto Por Turistas do Mundo Todo,,Quanto a Afetar o Meio Ambiente,,Não Vai Estragar Tanto Como Estão Alardeando..Né,

  9. Antonio Geraldo Demo
    terça-feira, 6 de outubro de 2020 – 23:31 hs

    O Porto de Itapoá é privado e construíram uma ligação da estrada de Garuva até Itapoá. Lá essas bostas, que não tem o que fazer e ficam imperreando o crescimento do estado, não se metem. Vai ver w são catarinas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*