PGR recorre da homologação da delação de Sérgio Cabral | Fábio Campana

PGR recorre da homologação da delação de Sérgio Cabral

O procurador-geral da República, Augusto Aras, recorreu contra a homologação do acordo de delação premiada firmado por Sérgio Cabral com a Polícia Federal. Para a PGR, o ex-governador do Rio continua escondendo o paradeiro de valores recebidos de forma ilícita ao longo do funcionamento do esquema criminoso.

Segundo o chefe do MPF, a delação não pode ser confirmada pela Justiça porque “inúmeros elementos de prova” mostram que o ex-governador age para esconder o produto do crime. Isso, diz o MPF, viola a “a boa-fé objetiva”, condição necessária à elaboração de acordos de colaboração.

Agora, cabe ao ministro Edson Fachin decidir se rever sua decisão monocrática que homologou o acordo de Cabral ou se submete o caso ao plenário da Corte.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*