'Pessoa com HIV é uma despesa para todos', diz Bolsonaro | Fábio Campana

‘Pessoa com HIV é uma despesa para todos’, diz Bolsonaro

O Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que pessoas portadoras do vírus HIV, transmissor da Aids, são “uma despesa para todos no Brasil”, além de um “problema sério” para a própria pessoa. Bolsonaro fez o comentário enquanto falava sobre uma história contada pelo jornalista Alexandre Garcia, sobre a experiência da sua esposa, que é obstetra.

— O próprio Alexandre Garcia, ele fala que a esposa dele, que é obstetra, atendeu uma mulher que começou com o primeiro filho com 12 anos de idade. Outro com 15, e no terceiro, que a esposa dele atendeu, ela já estava com HIV. Uma pessoa com HIV, além do problema sério para ela, é uma despesa para todos no Brasil — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

A declaração foi feita enquanto Bolsonaro defendia a ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) por propôr a abstinência sexual como política pública contra a gravidez precoce. Bolsonaro criticou os que “esculhambam” Damares e citou sua própria filha, Laura, dizendo que não quer ver ela grávida com 10 anos.

— Quando ela fala em abstinência sexual, esculhambam ela. Quem quer… Eu tenho uma filha de nove anos, você acha que eu quero minha filha grávida no ano que vem? Não tem cabimento isso aí. É essa a campanha que ela faz — disse o presidente sobre Damares.

Bolsonaro afirmou que há uma “depravação total” e responsabilizou as administrações do PT por isso:

— Essa liberdade que pregaram ao longo (do governo) do PT todo, que vale tudo, se glamoriza certos comportamentos que um chefe de família não concorda, chega a esse ponto, uma depravação total. Não se respeita nem sala de aula mais.


2 comentários

  1. Luiz Eduardo Kossatz Hunzicker
    quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020 – 11:42 hs

    Entendo que e nas categorias que desvirtuam a funcao do sexo e a finalidade do sexo ha maior incidencia de doentes. Neste caso de promiscuidado, seria muito bom que o governo nao fornecesse o kit ou a medicacao, logicamente, mediante avaliacao dos casos individualmente.

  2. SERGIO SILVESTRE
    sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020 – 9:03 hs

    Isso é verdade. A promiscuidade leva prejuízo a todos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*