Lewandowski ataca a Lava Jato | Fábio Campana

Lewandowski ataca a Lava Jato

Ricardo Lewandowski, em entrevista para El País, atacou a Lava Jato:

“A verdade é que as operações foram extremamente seletivas, elas não foram democráticas no sentido de pegar os oligarcas de maneira ampla e abrangente. Por isso é preciso ter muito cuidado quando se quer fragilizar os direitos e garantias do cidadão em juízo, dentro de um contexto politicamente matizado. Eu acho que há valores de que não se pode abrir mão de forma nenhuma. São valores que resultam de lutas milenares dos povos contra a autocracia, a tirania, a opressão. É por isso que eu digo que essa avaliação episódica que certas operações produziram pode se mostrar no futuro próximo — e não digo um futuro distante — realmente uma falácia.”


11 comentários

  1. Jair Pedro
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 9:58 hs

    Se esse cidadão tivesse vergonha na cara, acrescentaria que ele entrou no STF por indicação interesseira. Mas como o que lhe falta é exatamente vergonha, esconde o próprio rabo.

  2. Ponderado
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 11:37 hs

    De fato existe muitas acusações e condenações sem provas e que martirizam a pessoa. É necessário mais responsabilidade pq por trás de um processo existem muitas vidas.

  3. De Olho
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 16:26 hs

    Não só a Lava Jato foi seletiva e tem muitos outros problemas que irão aparecer com o tempo. Outro caso de grande estardalhaço no Paraná (Publicano) também mostrou seletividade e absoluta falta de provas contra muitos (vidas destruídas).
    Quando é que os olhos abrirão para observarem que o endeusamento de integrantes do MP foi um erro brutal.
    Leis existem para serem respeitadas (goste ou não delas) e não para cada um aplicar suas próprias leis quando não concordam com as existentes. Que sociedade é essa?

  4. Skeleton
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 18:48 hs

    Uau o Leviandoski só consegue perder para o GM e o Tófolli no combate à Lava Jato. Mesmo com a libertação de quase todos os quadrilheiros presos pela Lava Jato não está bom.

  5. Orêia Sêca
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 19:10 hs

    Todo este mimimi do ilustre “ meretrissimo” só leva a um resultado pratico ; para os ungidos, o crime compensa!
    E viva a hipocrisia , e viva o mimimi …
    E viva a tese protecionista dos imbecis que pagam para ser roubados.

  6. Vigilante da capital
    terça-feira, 7 de janeiro de 2020 – 20:30 hs

    A Operação Lava Jato trouxe ao conhecimento público a grande corrupção que alimentava a política brasileira. Investigou e prendou políticos de alto escalão de vários partidos, desde Lula (PT), Michel Temer e Sérgio Cabral ( PMDB), Beto Richa e Aécio Neves ( PSDB) dentre muitos outros de diversos partidos.
    Pode-se dizer que a história política do Brasil divide-se em antes Lava Jato e pós Lava Jato.
    Se supostos áudios gravados sugerem que algumas operações foram dirigidas a determinadas investigações, isto não compromete todo o conteúdo investigado e as provas que resultaram em diversas condenações.
    Infelizmente houve um retrocesso recente na Lava Jato quando o STF não reconheceu como legítima a prisão de condenados após a decisão em 2ª instância. Lamentável.

  7. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 8 de janeiro de 2020 – 11:17 hs

    De Olho no Ponderado.

    Ou vai, ou racha! Nenhuma complacência para com empreiteiras, políticos chegados em propinas, aditivos, concorrências e licitações fraudulentas. E não existe guerra sem sangue. Fumo na bandidagem. Fumo de Arapiraca, conhecido pela grossura. Opinião de ministro comprometido com a concorrência, como Lewandowski, indicado político, vale tanto quanto recolhíamos diariamente na despensa onde nossa gata Piu dormia. quando viva.

  8. jorge
    quarta-feira, 8 de janeiro de 2020 – 13:05 hs

    Lewa, Toffoli e Gilmar estão em lugar errado: Na minha opinião deviam estar na cadeia

  9. NETO
    quarta-feira, 8 de janeiro de 2020 – 15:22 hs

    O jornalista Alexandre Garcia, em seu ultimo vídeo de 2019, falou sobre o relatório das estatais do Brasil. Em 2015, auge dos governos Lula e Dilma, onde o PT e seus aliados deitavam e rolavam no dinheiro das estatais, elas deram um prejuízo de 30 BILHÕES de reais. Ao final de 2019, as mesmas estatais foram superavitárias em 75 BILHÕES de reais. Só isso já basta para comprovar que o que se fazia era roubar nosso dinheiro que estava “investido” nas estatais. Conta fácil: 30 + 75 = 105. Isso mesmo. 105 BILHÕES foi a economia feita pelo governo Bolsonaro, somente pelo fato de não roubar. Este senhor, que se julga o rei do direito no Brasil tem na verdade o rabo preso com o PT e sua caterva.

  10. SERGIO SILVESTRE
    quinta-feira, 9 de janeiro de 2020 – 19:04 hs

    O ministro Lewando Whisky e petista de carteirinha.

  11. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 10 de janeiro de 2020 – 11:27 hs

    Ainda há juízes em Berlim. Juízes capazes de nadar contra a torrente de fanáticos entoando cânticos e os berreiros pelas guilhotinas de lâminas afiadas para saciar seus apetites nauseabundos. Mesmo diante de tantas revelações vexaminosas os fanáticos ainda continuam suas sinistras procissões de inquisição.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*