MP no Rio investiga Crivella por corrupção na prefeitura | Fábio Campana

MP no Rio investiga Crivella por corrupção na prefeitura

do Poder360

O prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) é investigado pelo Ministério Público Estadual sob a acusação de ter criado 1 “balcão de negócios” para liberar verbas para empresas mediante ao pagamento de propina.

As informações foram divulgadas pelo jornal O Globo, nesta 2ª feira (2).

A investigação tem como base a delação premiada do doleiro Sérgio Mizhay, preso na operação “Câmbio, Desligo”. De acordo com a colaboração, o empresário Rafael Alves –irmão do presidente da Riotur, Marcelo Alves– seria o operador do suposto esquema no município.

Em seu depoimento, Mizhay disse que Rafael Alves tornou-se 1 homem de confiança de Crivella por ter ajudado a viabilizar a doação de recursos de empresas e pessoas físicas na campanha de 2016.

Depois da eleição, Alves teria emplacado o nome do irmão para a Riotur e montou 1 “QG da propina” na prefeitura do Rio.

“Rafael Alves viabiliza a contratação de empresas para a prefeitura e o recebimento de faturas antigas em aberto, deixadas na gestão do antigo prefeito Eduardo Paes, tudo em troca do pagamento de propina”, diz Mizhay na delação.

A colaboração premiada foi homologada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, e ratificada pela desembargadora Rosa Maria Helena Guita, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.


Um comentário

  1. antonio carlos
    segunda-feira, 2 de dezembro de 2019 – 18:22 hs

    É inacreditável que esta prática ainda continue, mas os corruptos contam com o inestimável apoio da suprema corte. E do seu Gilmar Mendes.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*