Mais bibliotecas, menos livrarias | Fábio Campana

Mais bibliotecas, menos livrarias

do Bem Paraná

O número de cidades paranaenses que têm ao menos uma livraria despencou desde o início do milênio, enquanto as bibliotecas públicas marcam presença cada vez mais ostensiva. É o que revela uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Divulgada na última quinta-feira, o Sistema de Informações e Indicadores Culturais (SIIC) é um amplo estudo sobre o consumo de cultura em todo o país.

Em 2001, aponta o estudo, 343 dos 399 municípios do Paraná (86% do total) possuíam ao menos uma biblioteca pública. Em 2018, último ano com dados disponíveis, já eram 372 cidades com esse tipo de equipamento (93%). Na comparação de 2001 com 2018, nota-se um aumento de 8,5% no número de cidades com biblioteca pública.

Na contramão disso, porém, o setor livreiro aparece às mínguas. No primeiro ano do milênio, 254 municípios do Paraná possuíam ao menos uma livraria, o equivalente a 63,7% das cidades paranaenses. No ano passado, já eram apenas 109 cidades, o equivalente a 27,3% do total de municípios, com redução de 57,1% na comparação entre 2001 e 2018.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*