Ratinho Junior autoriza Colégio Militar em União da Vitória | Fábio Campana

Ratinho Junior autoriza Colégio Militar em União da Vitória

O governador Ratinho Junior (PSD) assinou o decreto que autoriza a implantação de um colégio da Polícia Militar do Paraná em União da Vitória. A partir de agora, a Secretaria da Educação já pode iniciar o processo pedagógico para que a instituição comece a funcionar no ano que vem. A escola ficará na estrutura do Colégio Estadual Dr. Lauro Müller Soares.

“É de conhecimento público o nível de excelência do ensino dos Colégios Militares, como apontam as notas dos alunos nas provas aplicadas em todo o Brasil. E com o objetivo claro de colocar o Paraná no primeiro lugar nacional do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), o governador está levando o Colégio da PM a todas as regiões do Estado. Lutei muito para que União da Vitória recebesse uma unidade e essa conquista está se materializando agora”, disse o deputado Hussein Bakri (PSD).

Hussein Bakri é o representante da região Sul na Assembleia, líder do Governo na Casa e também presidente da Comissão de Educação do legislativo estadual pelo segundo mandato consecutivo.

Com o decreto, o Colégio Lauro Müller passará por reformas – no prédio e no ginásio – e será estruturado de acordo com parâmetros pedagógicos da PM. Os recursos necessários, que chegam a R$ 1 milhão, já foram garantidos pelo deputado Hussein Bakri junto ao Estado.

Segundo o chefe do Núcleo Regional de Educação, Carlos Polsin, o Colégio Militar poderá abrigar até 800 alunos quando estiver consolidado e em pleno funcionamento. Além dos estudantes já matriculados no Lauro Müller, um teste seletivo será aberto para meninos e meninas de outras instituições de ensino. A modalidade de ensino militar começa no sexto ano e vai até o Ensino Médio, no terceiro ano.

Na estrutura de funcionários e professores, haverá mudanças, uma vez que determinados postos serão ocupados por militares. No colégio, será criado um pequeno batalhão para a organização dessa nova dinâmica de funcionamento da escola. A expectativa é que as aulas possam ser iniciadas no ano que vem, ainda em data a ser definida.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*