Mais da metade do orçamento de escolas cívico-militares em 2020 vai pagar oficiais da reserva | Fábio Campana

Mais da metade do orçamento de escolas cívico-militares em 2020 vai pagar oficiais da reserva

Mais da metade do orçamento do governo Jair Bolsonaro para a implementação das escolas cívico-militares em 2020 será destinado ao pagamento de oficiais da reserva das Forças Armadas. Dos R$ 54 milhões reservados para a ação, R$ 28 milhões serão repassados para o Ministério da Defesa pagar pessoal. As informações são de Paulo Saldaña na Folha de S. Paulo.

Cerca de mil oficiais da reserva atuarão nas escolas dentro desse modelo e receberão um adicional de 30% de gratificação. O projeto prevê atuação desses militares das Forças Armadas mas também de agentes estaduais, como policiais militares e bombeiros.


2 comentários

  1. Genildo
    sexta-feira, 22 de novembro de 2019 – 11:19 hs

    Bom…se alguém quiser economizar basta deixar do jeito que esta ué, ou o cara que vai lecionar tem que fazer isso de graça? Se bem que tem politico que acha que professor trabalha não pelo salário né mas pelo prazer de lecionar e aí paga uma miséria. Acho lindo os hipócritas bradarem aos quatro ventos que o professor tem que ser valorizado, a educação tem que ser de melhor qualidade e blá blá blá mas quando se paga 30% a mais em cima de uma miséria começam a insinuar que é gasto desnecessário.

  2. NETO
    segunda-feira, 25 de novembro de 2019 – 14:30 hs

    Pelo excelente retorno que dão ao nosso país, que recebam mais. O que custa caro é um povo analfabeto e desprovido de opinião. As Escolas Militares são exemplo para o Brasil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*