"Mais Brasil, menos Brasília", diz o deputado Paulo Martins | Fábio Campana

“Mais Brasil, menos Brasília”, diz o deputado Paulo Martins


O deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) é um defensor das reformas apresentadas pelo governo para endireitar o Brasil. Foi voz ativa em favor da reforma da Previdência e, agora, comemora o pacote apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes: a Reforma Administrativa. De acordo com a análise inicial do deputado, no pacote, estão contidas propostas fundamentais para reduzir o endividamento dos estados e municípios e, principalmente, redistribuir de forma justa o dinheiro dos impostos. “Não faz sentido os estados e municípios arrecadarem e terem que repassar para a União que depois, decide como e quanto devolver para os municípios. Tem que ser mais Brasil e menos Brasília”. Paulo Eduardo Martins admite que há muita informação que precis ser bem estudada, mas acredita que a Reforma Administrativa pode, “efetivamente, revolucionar o estado brasileiro”.

Para o deputado, quemquer mudar o país de verdade e garantir crescimento e melhoria para a população, tem que apoiar o pacote: “Temos que cuidar da população e os cidadãos vivem nos municípios, é lá que tem que ficar boa parte dos recursos para que seja usado de forma a interferir e ajudar no dia a dia das pessoas”.

Além da revisão no pacto federativo, o pacote do ministro Paulo
Guedes prevê novas regras para o funcionalismo e também para os fundos
públicos. O objetivo é enxugar o estado.


4 comentários

  1. Jose lll
    quarta-feira, 6 de novembro de 2019 – 18:01 hs

    A politica e como borboleta, se transforma dia a dia. O Paulo Martins ta de brincadeira, as reformas seria profunda se estivesse começando em Brasília, com a redução de 60% do numero de deputados e senadores. O resto e Balela. Fica ai o deputado a oferecer óculos sem lente, para o eleitor. Pra mim isso e armação.

  2. Caradepau
    quinta-feira, 7 de novembro de 2019 – 17:02 hs

    Esse Paulo Martins é cara de pau mesmo.
    Vem com esse discursinho besta de maus Brasil e menos Brasília, ocorre que se formos ver os seus gastos de campanha a deputado federal, ele foi um dos que mais recebeu verba de fundo partidário para sua campanha e agora quer posar de bom moço. É um sem vergonha. Hipocrita.

  3. bs
    quinta-feira, 7 de novembro de 2019 – 18:11 hs

    Vejam que ele já deu uma engordada, essa reforma é uma balela para os boçsomnions aplaudirem,
    Vai ficar de fora os políticos o judiciário o MP, os Militares,
    Ou seja somente a ninguezada novamente vai pagar a conta.

  4. domingo, 10 de novembro de 2019 – 8:54 hs

    Eu vi uma Entrevista do Prefeito do Rio Sr Crivéla..Ele disse Que o Rio..Arrecada,51 Bilhões Ano de Impostos Que Vai Pra Brasilia..e Retorna Para o Estado só..6 Bilhões Para Educaçaõ Segurança,e Saúde,,,e o Resto os Caras Lá Comem Tudo,,,em Mordomias…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*