Cresce resistência ao projeto de reabertura da Estrada do Colono | Fábio Campana

Cresce resistência ao projeto de reabertura da Estrada do Colono

Quando começou o ano legislativo, em fevereiro de 2019, parecia haver uma ofensiva pela aprovação do projeto que permite a reabertura da Estrada do Colono, no Parque Nacional do Iguaçu, região Oeste do Paraná. Com inciativas do deputado Vermelho (PSD), do senador Alvaro Dias (Podemos) e os apoios de um grande grupo de deputados estaduais do Paraná, do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do presidente Jair Bolsonaro, a impressão era de que a tramitação da proposta – ao contrário do que aconteceu em outras tentativas – seria rápida e sem resistências. As informações são de João Frey na Gazeta do Povo.

Esse cenário foi alterado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES). Presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado, ele se designou relator do texto e, desse posto-chave, tem aglutinado forças de oposição à proposta.

A maior demonstração de que há um grupo que se articula na oposição ao projeto aconteceu na sexta-feira (29), em Foz do Iguaçu. Contarato sobrevoou de helicóptero o Parque Nacional e participou de outros eventos com o deputado estadual Goura, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, e com a procuradora da República Daniella Sitta, que atua na região de Foz do Iguaçu, e também tem criticado as tentativas de reabertura da estrada.

“Em nosso mandato e pela CMA, defendo a preservação do Parque Nacional. É uma unidade de conservação que precisa de recursos para sua conservação e para melhores cuidados. Temos de ter em conta que esse é um dos poucos locais de conservação de Mata Atlântica, no país, um bioma riquíssimo, mas muito atacado em caças predatórias, extração ilegal de palmito e de madeiras. Infelizmente, sofre com a ameaça de extinção de espécies, dentre elas a onça-pintada. Não podemos nos calar diante dessa situação! Tampouco, permitir a reabertura da Estrada do Colono. Constatamos, graças a Deus, que está fechada! Desapareceu!”, escreveu o senador após o sobrevoo.

Neste momento o projeto de reabertura da estrada está justamente sobre a mesa de Contarato, aguardando seu relatório para votação na Comissão de Meio Ambiente do Senado.”


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 2 de dezembro de 2019 – 8:48 hs

    Sou ambientalista. E quem não o é. Xiita, nunca. Existem técnicas para tornar estradas em parques viáveis e respeitantes. Basta copiar as existentes em países modernos habitados por gente culta.
    O difícil é o reconhecimento de que o Brasil é atrasado e o povo inculto.

  2. roney corsi
    segunda-feira, 2 de dezembro de 2019 – 9:34 hs

    A REABERTURA DA ESTRADA DO COLONO SÓ VAI AUMENTAR A DEGRADAÇÃO DA FLORESTA VISTO QUE JA EXISTE CAÇADORES E PALMITEIROA EXPLORANDO A MATA COM TODA A DIFICULDADE QUE ELA MESMA OFERECE…
    TORNA-LA MAIS ACESSÍVEL A ESTE TIPO DE GENTE NÃO É JUSTO PRA PRESERVAÇÃO DE ESPÉCIES E DO ECOSSITEMA…
    ISSO É COISA DE POLITÍCOS QUE NÃO TEM O QUE FAZER …

    SOSSEGA CORRUPTOS

  3. antonio carlos
    segunda-feira, 2 de dezembro de 2019 – 18:43 hs

    KKK estou com você Parreiras Rodrigues, tecnologia tem mas aqui a coisa não vai funcionar, então que fique tudo como está, agora fazendo das palavras do Roney minhas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*