Soldado Fruet quer mais informações sobre atestados da JMK | Fábio Campana

Soldado Fruet quer mais informações sobre atestados da JMK

Não convenceram o presidente da CPI da JMK da Assembleia Legislativa, deputado estadual Soldado Fruet (PROS), as respostas dadas pela pregoeira Maria Carmen Carneiro de Melo Albanske na reunião desta terça-feira (13). “Notamos claramente que houve muitas falhas nesse contrato desde a parte do edital e da licitação”, avaliou o Soldado Fruet. “São muitas coisas nebulosas que cabe à CPI deixar claro para a população paranaense”, afirmou. 

Além de Maria Carmen, foram interrogadas as integrantes da sua equipe de apoio, Marcia Wagner Assunpção Cucatto e Derli da Glória de Assis Pereira Graciano. As três trabalharam no pregão presencial 44/2015, que selecionou a empresa responsável pela gestão da manutenção da frota de veículos do Governo do Paraná, vencido pela JMK, e afirmaram que o Governo do Paraná tinha pressa para concluir a licitação. 

O Soldado Fruet questionou a pregoeira sobre o fato de a seguradora Porto Seguro atestar que a JMK geria uma frota de 7,2 mil veículos, porém segundo consta de representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE), em e-mail, um funcionário responsável pela frota da Porto Seguro indica que a empresa tinha apenas 820 veículos. Além disso, outro funcionário da Porto Seguro informou ao TCE que a JMK prestava serviços de assistência 24 horas (guincho) e não de gerenciamento de frota, como exigia o edital. 

Maria Carmen disse que respondeu os questionamentos do TCE e alegou que a licitação teve continuidade porque a equipe não detectou irregularidades nos documentos apresentados pela JMK, apesar de vários questionamentos apresentados por uma concorrente em recurso administrativo que foi respondido pela pregoeira no mesmo dia do protocolo. 

“Não consigo entender como uma concorrente questiona a veracidade do atestado de capacidade técnica apresentado pela JMK e a pregoeira checa apenas por telefone e e-mail com um funcionário da Porto Seguro para verificar sua autenticidade ao invés de fazer uma verificação no local”, apontou o Soldado Fruet. 

Por isso, a CPI aprovou um requerimento do presidente solicitando que a Porto Seguro confirme se procedem as informações prestadas anteriormente por um de seus funcionários. “Aguardamos as informações solicitadas pela CPI para confrontar com o depoimento da pregoeira. Se necessário, ela pode ser reconvocada para prestar novos esclarecimentos”, avisa o Soldado Fruet.

NOVAS OITIVAS – Nesta quarta-feira (14), a partir das 9h, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da JMK da Assembleia Legislativa realiza sua décima primeira reunião. Foram intimados para as oitivas dois ex-diretores do Departamento de Gestão do Transporte Oficial (DETO), Ernani Augusto Delicato e João Maria dos Santos, além do atual titular do cargo, Marco Antônio Ramos.


2 comentários

  1. SERGIO SILVESTRE
    quinta-feira, 15 de agosto de 2019 – 14:43 hs

    Perseguição contra o Beto Richa.

  2. ROBERTO DALLEDONE
    segunda-feira, 19 de agosto de 2019 – 17:02 hs

    -Maria Carmem, servidora intocavel, dedicada competente e sempre defensora dos interesses do Estado. Exemplo de pessoa, sempre admirada por todos que a conheceram.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*