Para Bolsonaro, Macron 'evoca mentalidade colonialista' | Fábio Campana

Para Bolsonaro, Macron ‘evoca mentalidade colonialista’

O presidente Jair Bolsonaro classificou no Twitter a convocação do presidente francês, Emmanuel Macron, para que o G-7 discuta a chamada “crise internacional” das queimadas na região amazônica de “mentalidade colonialista descabida no século XXI”. Bolsonaro ainda lamentou que Macron faça a convocação “sem a participação dos países da região”. Segundo o presidente, a intenção do mandatário europeu é alcançar “ganhos políticos pessoais” ao “instrumentalizar” uma questão interna do Brasil. Em live nesta quinta, 22, Bolsonaro chamou de “desfaçatez” o fato de Macron ter se referido à Amazônia como “nossa”.


2 comentários

  1. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 23 de agosto de 2019 – 11:45 hs

    -Esta questão ambiental já esgotou a paciência do Governo da população mais esclarecida….mas a grande mídia é à favor de governos estrangeiros pois o Presidente andou cortando verbas de muitos veículos de comunicação e agora querem desgastar o Capitão!
    -O Macron está desviando a atenção de seu péssimo governo e se sente no direito de se intrometer em assuntos internos de nosso país!!!
    -O Capitão deveria fazer um pente fino em todas as ONG’s e revelar a que se destinam com toda a transparência e colocar os possíveis culpados de irregularidades(e deve ter muita com o dinheiro do povo e subvernientes à governos estrangeiros) nas garras da lei e que sofram as penalidades previstas.

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 23 de agosto de 2019 – 12:49 hs

    Ah, a corajosa França de Dunquerque, de Pétain, de Vichy… Se não fosse o altivo DeGaulle, Churchill e os ingleses e, sobretudo os americanos e Eisenhower, a França hoje estaria falando alemão, batendo os calcanhares das suas botas negras e saudando com o braço erguido. Vive la France…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*