"O poder público precisa dar respostas mais rápidas", diz Bakri | Fábio Campana

“O poder público precisa dar respostas mais rápidas”, diz Bakri

Dando sequência à proposta de reduzir o tamanho da máquina pública e dar mais eficiência às ações do Estado, o Governador Ratinho Junior (PSD) encaminhou à Assembleia Legislativa os primeiros projetos de lei referentes à segunda etapa da reforma administrativa. Segundo o Líder do Governo na Casa, deputado Hussein Bakri (PSD), o principal deles prevê a fusão de três entidades vinculadas à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab).

A nova autarquia, denominada Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, vai permitir um planejamento estratégico integrado das ações governamentais voltadas ao setor agropecuário. Essa reestruturação vai gerar uma economia de R$ 16 milhões por ano aos cofres estaduais.

“A ideia central é dar celeridade às decisões e medidas tomadas pelo Governo. Infelizmente, no Brasil, a máquina pública é muito lenta e isso precisa ser mudado, as respostas à população têm de ser mais rápidas. Reduzir estruturas é a melhor forma de atingir essa eficiência tão desejada, ao concentrarmos em uma única entidade competências afins e desburocratizarmos uma série de procedimentos”, afirmou Hussein Bakri.

De acordo com o projeto entregue nesta segunda-feira (12) pelo Chefe da Casa Civil, Guto Silva, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná surgirá da fusão do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (Cpra) e do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Já a Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) passará por processo de liquidação e será extinta.

Para a nova autarquia criada, serão transferidos receitas, saldos financeiros, funcionários, imóveis, patrimônio, bem como as obrigações das entidades originais. A medida atende aos anseios do setor agropecuário em acelerar e modernizar as decisões e políticas públicas implementadas no Estado, conforme previsto no plano de Governo do Governador Ratinho Junior.

Outros dois projetos protocolados nesta segunda-feira na Assembleia estabelecem novas atribuições à Paraná Projetos e também ao Simepar, que mudará de nome de Sistema Meteorológico do Paraná para Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná.

Na sequência do semestre, a Casa Civil deverá propor a junção e reestruturação de outras entidades da administração indireta. No total, o conjunto de reformas do Governo ao longo de 2019 trará uma economia de R$ 80 milhões anuais.


6 comentários

  1. Barbosa
    segunda-feira, 12 de agosto de 2019 – 15:48 hs

    Se a Codapar passar por processo de liquidação e extinção e os funcionários vão pra onde?

  2. Genildo
    segunda-feira, 12 de agosto de 2019 – 15:54 hs

    Como acabar com o que restou de um Estado pujante?
    Votem no Beto Richa e depois no Ratinho Jr…….

  3. xiru de palmas
    segunda-feira, 12 de agosto de 2019 – 17:16 hs

    O governo tamberm

  4. Norberto Anacleto Ortigara
    segunda-feira, 12 de agosto de 2019 – 17:23 hs

    Há um pequeno equívoco na nota. A CODAPAR será extinta, sim, mas por incorporação, conforme projeto protocolado hoje na ALEP

  5. sapoeletricio
    terça-feira, 13 de agosto de 2019 – 2:28 hs

    Uma coisa boa que o Governo. Ratinho fez foi mudar o logotipo da TV Parana.

    Foi-se embora aquele logotipo que mais parecia um girino ou um espermatozoide e agora tem um logotipo colorido, muito mais bonito.

    É nosso governo transformando porco em salame, uva em vinho
    e o Parana em um grande estado.

  6. SERGIO SILVESTRE
    quarta-feira, 14 de agosto de 2019 – 8:27 hs

    É mais que um dever. É uma obrigação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*