Operação de Moro no Paraná dá tombo milionário no contrabando | Fábio Campana

Operação de Moro no Paraná dá tombo milionário no contrabando

Radar, VEJA

Criada por Sergio Moro no início do governo, a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça começou a colher resultados da fiscalização de fronteiras para evitar entrada de drogas, contrabando e armas no país.

Em maio, a secretaria deflagrou a Operação Hórus na região de Guaíra (PR). Os criminosos se valem da complexidade da região, como a grande extensão do Rio Paraná, por exemplo, para transportar ilícitos do Paraguai para o Brasil.

Em pouco mais de dois meses de trabalho – dados de 1º/5 a 10/7 –, a operação registrou apreensões de produtos contrabandeados com potencial de prejuízo de 35 milhões de reais aos cofres públicos. Apenas na apreensão de 10.000 caixas de cigarro, o correspondente a 5 milhões de maços, o tombo nos criminosos foi de 25 milhões de reais.

Foram apreendidos, nesse período, 43 veículos (caminhões, motos, automóveis) e 22 embarcações. Os agentes prenderam 19 pessoas e encontraram pouco mais de 1 tonelada de maconha transportada.

Antes de iniciar a operação, foi feito monitoramento no local (inclusive com filmagens) que mostram que saíam do Paraguai em média 200 lanchas por noite trazendo produtos ilícitos para o lado brasileiro pelo Rio Paraná. A ação é tocada em parceria com a Polícia Federal, o Exército e a Polícia Militar paranaense.


4 comentários

  1. Waldir
    terça-feira, 16 de julho de 2019 – 8:44 hs

    Isto ninguém fala, muito menos a imprensa esquerdopata, mas de conversas que tratam de prender ladrões sim, é a inversão de valores em marcha, prenda o Juiz, solte os ladrões.

  2. TARZAN
    terça-feira, 16 de julho de 2019 – 10:09 hs

    Estamos desratizando a turma do PT e tornando o Brasil uma nação forte, resultados estão aí para comprovar! Parabéns Ministro Moro!

  3. QUESTIONADOR
    terça-feira, 16 de julho de 2019 – 10:35 hs

    -Nada supera o braço forte da fiscalização amparado na lei!!!
    -Se duzentas lanchas fazem o transporte noturno de contrabando, então a fiscalização deve ser reforçada com helicópteros, lanchas com metralhadoras e visores noturnos…é só começar a meter bala na bandidagem e afundar as lanchas do contrabando sem aviso prévio que o negócio se acalma durante um tempo….

  4. Paulão
    terça-feira, 16 de julho de 2019 – 12:24 hs

    É por estas e por outras que bandidos e corruptos deste país querem o Dr.Sergio Moro fora de cena. Por tudo que ele já vez pelo nosso Brasil , e muito provavelmente por muito que haverá de fazer ,ele virou um grande heroi nacional

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*