Presidente do Paraguai pretende aumentar o valor da cota de compras | Fábio Campana

Presidente do Paraguai pretende aumentar o valor da cota de compras

O presidente paraguaio Mario Abdo Benitez informou que o governo trabalha em um sistema de formalização e fortalecimento do turismo de compras. Nesse sentido falou da possibilidade de aumentar a cota de compras na fronteira, como forma de dinamizar a economia em Cidade do Leste, afetada pela crise no Brasil.

“Queremos avançar sobre um sistema de formalização e fortalecimento do turismo de compras. Aumentar a cota, aumentar o mínimo autorizado para exportar na área de turismo de compra, transformando em formal”, disse Abdo durante um evento de inauguração de casas populares na cidade de Itauguá, no departamento Central, nesta sexta-feira (7).

Indagado sobre a situação que atravessa o comércio de Cidade do Leste, o presidente disse que conversa com o governo brasileiro sobre a possibilidade de aumentar a cota de compras na fronteira, atualmente limitada em U$ 300 por via terrestre.

Para o presidente paraguaio, as medidas de formalização do comércio de compras irá dinamizar a economia em Cidade do Leste, suscetível às crises dos países vizinhos.


5 comentários

  1. Ein Sof
    sexta-feira, 7 de junho de 2019 – 18:33 hs

    Onde lemos:

    “Para o presidente paraguaio, as medidas de formalização do comércio de compras irá dinamizar a economia em Cidade do Leste, suscetível às crises dos países vizinhos.”

    Não deveria ser:
    “Para o presidente paraguaio, as medidas de formalização do comércio de compras IRÃO dinamizar a economia em Cidade do Leste, suscetível às crises dos países vizinhos.”

    ?

  2. Ein Sof
    sexta-feira, 7 de junho de 2019 – 18:37 hs

    Nada mais justo, pois o Brasil arrasou o Paraguai em uma guerra injusta, tornando um dos países mais avançados do cone sul (na época) em uma terra destruída, com a população massacrada.
    E nunca mais levantou-se.
    Os patriotários que me desculpem, mas não havia justificativa para tal guerra.
    E os brasileiros neste caso não foram heróis, mas criminosos.

  3. Carlos menen
    sábado, 8 de junho de 2019 – 18:37 hs

    Ein sof pode entender de língua portuguesa, mas de história…..leu isso onde amigo? Livrinho da quarta serie? Vai ler fontes distintas antes de comentar bobagem

  4. RONEY CORSI
    segunda-feira, 10 de junho de 2019 – 8:46 hs

    ATÉ QUE ALGUÉM, UM ALMA VIVA SE INCOMODA COM O AUMENTO DE COTAS PRA COMPRAS NO PARAGUAI..COM A EXORBITANCIA COBRADA PELO
    GOVERNO EM IMPOSTOS AS INDUSTRIAS NÃO TEM UM PREÇO COMPETITIVO NO MERCADO..E CIDADE DE LESTE TEM UM COMÉRCIO BEM VIVERSIFICADO E,COM PREÇOS ACESSÍVEIS AOS BRASILEIROS.,.TOMARA QUE DE CERTO..GANHA OS DOIS LADOS DA FRONTEIRA E MILHARES DE SACOLEIROS QUE TEM QUE GANHAR SE GANHAR PÃO

  5. segunda-feira, 10 de junho de 2019 – 16:07 hs

    Concordo com o aumento da cota mas. Pq o governo py nao oferece a mesma condição dos produtos comprados do brasil via foz do Iguaçu
    Olho p.olho dente p.dente

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*