"Pai e mãe é responsável", diz Bolsonaro sobre cadeirinha do bebê | Fábio Campana

“Pai e mãe é responsável”, diz Bolsonaro sobre cadeirinha do bebê

Jornal do Brasil

Em evento pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, na divisa dos estados de Goiás com Mato Grosso, o presidente Jair Bolsonaro minimizou a proposta apresentada por ele de acabar com a obrigatoriedade das cadeirinhas para crianças de até dez anos nos veículos e repetiu que “vai acabar com a indústria da multa no Brasil”.

“Cadeirinha do bebê: todo mundo que é pai e mãe é responsável. Continua valendo a infração para a pontuação. Apenas tirei o dinheiro. Vamos ver se o pessoal vai multar ou é a multa pela multa?” A fala ocorre um dia depois de Bolsonaro ter levado ao Congresso um projeto de lei que altera pontos do Código de Trânsito Brasileiro. Entre os pontos, o texto prevê a duplicação do limite de pontos permito a um motorista -de 20 para 40. O presidente disse ainda que se dependesse dele, triplicaria o limite de pontos que um motorista pode ter na carteira. “Por mim eu botaria 60 porque, afinal de contas, a industria da multa vai deixar de existir no Brasil”, disse.

Entre os principais pontos do projeto está o aumento da validade do documento -de 5 para 10 anos e a elevação do limite de pontos. O texto também acaba com a aplicação de multas para quem levar crianças com menos de 10 anos no banco da frente do carro.

Bolsonaro disse que no Rio de Janeiro há policiais posicionamos na porta das escolas para multar os pais que descumprem a obrigatoriedade da cadeirinha.

Antiga bandeira de seus discursos de quando era deputado federal, Bolsonaro voltou a prometer o fim da lombada eletrônica “para o bem dos motoristas” e da “indústria de multas”.

Em discurso no evento, o presidente também disse ter acertado com o ministro Paulo Guedes (Economia) a contratação de mil policiais rodoviários federais. A declaração ocorre um dia depois de Guedes ter afirmado que suspenderá concursos públicos no país nos próximos anos.


3 comentários

  1. Ein Sof
    quarta-feira, 5 de junho de 2019 – 19:58 hs

    Infelizmente, não tem como eu não dizer:

    ESSE BOZONARO É UM IDIOTA RETARDADO!

    Eu disse anteriormente que não iria mais criticar; desculpem, mas é impossível.

  2. paulo ferreira
    quinta-feira, 6 de junho de 2019 – 8:29 hs

    Tirei minha CNH com 17 anos de idade. Hoje estou beirando os 40 anos. Recebi 2 multas na vida. Este papo de indústria da multa é balela. Só andar na linha que ninguém te multa.

  3. Antonio Carlos
    quinta-feira, 6 de junho de 2019 – 18:40 hs

    Para o azar do presidente ele não é filho da minha mãe, porque se fosse teria ouvido dela o seguinte conselho, a gente é senhor das palavras que não disse e escravo das que disse. E aí eu emendo um ditado popular que cai como uma luva neste caso, quem muito fala muito erra, e isto é coisa que o presidente tem feito muito, falado muito e errado na razão direta das suas falas. Esta da cadeirinha é coisa de maluco, porque papais e mamães se não pagarem multa não gastam comprando cadeirinha, preferem trocar de celular, por exemplo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*