Ônibus bloqueiam o trânsito, há tumulto, PM começa a agir | Fábio Campana

Ônibus bloqueiam o trânsito, há tumulto, PM começa a agir


Apesar do anúncio de que hoje não haveria greve de motoristas e cobradores do transporte coletivo, Curitiba amanheceu tumultuada, com 40% da frota fora de circulação. O Sindicato dos Motoristas e Cobradores não conseguiu deter parte dos trabalhadores e algumas linhas amanheceram paradas. Representantes de centrais sindicais bloquearam três garagens desde a madrugada impedindo a saída dos ônibus. São elas: Redentor e Expresso Azul (CIC) e Glória, no Boa Vista.

A Polícia Militar entrou em ação e procura desobstruir a saída dos coletivos. Os ônibus começaram a circular nestas empresas, mas ainda de forma parcial. Os bloqueios interrompem de forma parcial algumas linhas, principalmente nas regiões Sul e Norte de Curitiba. Na CIC, um ônibus que circulava teve o pneu furado e foi obrigado a interromper a viagem. O mesmo aconteceu no Bom Retiro com um biarticulado da linha Inter II que bloqueou a saída de ônibus daempresa Glória. Na Região Metropolitana não há informação de bloqueios e a os ônibus circulam normalmente. A Urbs ainda não se manifestou oficialmente sobre a paralisação.

A greve geral é um movimento nacional contra a Reforma da Previdência e os cortes anunciados na Educação pelo governo federal. Foi anunciada no ato unificado do Dia Internacional do Trabalho, em 1º de maio, e é organizada pela CUT, CTB, Força Sindical, CGTB, CSB, UGT, Nova Central, CSP- Conlutas e Intersindical.

O ato é contra a reforma da Previdência, por empregos, e contra o bloqueio de verbas para Educação. No Paraná, os manifestantes anunciaram adesão à paralisação os professores das redes estadual e municipal, professores e servidores da UFPR e UTFPR, bancários, metalúrgicos, policiais civis, petroleiros, entre outros. Os trabalhadores da coleta de lixo de Curitiba confirmaram apoio e participação nos protestos, mas o serviço não será paralisado. Em Curitiba, a concentração está marcada para 11 horas no Palácio Iguaçu. Já o ato unificado está marcado para 14 horas para a Praça Santos Andrade.


2 comentários

  1. Rr
    sexta-feira, 14 de junho de 2019 – 9:12 hs

    Meia dúzia de corruPTos que querem tumultuar,todos pagos pela esquerdalha,e com dinheiro roubado do contribuinte.

  2. jose GERALDO DA COSTA
    sexta-feira, 14 de junho de 2019 – 12:00 hs

    Cachorro de bomba resolve, pau nessa turma

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*