Guto Silva coordena a retomada das obras paradas | Fábio Campana

Guto Silva coordena a retomada das obras paradas

O governador Ratinho Junior deu uma missão especial para o seu chefe da Casa Civil, Guto Silva: garantir a retomada das obras paralisadas que foram herdadas de gestões anteriores. No levantamento feito pelo governo e entregue ao Tribunal de Contas do Estado no primeiro trimestre deste ano foram identificadas 43 obras suspensas, com valores superiores a R$ 1,5 milhão. Destas, 30 são de responsabilidade única do Estado e 13 realizadas em parceria com municípios e União.

Entre elas se destacam o Corredor Aeroporto-Rodoferroviária e o corredor da Marechal Floriano Peixoto, em São José dos Pinhais, orçadas em mais de R$ 70 milhões, que deveriam estar prontas para a Copa do Mundo de 2014.

“A determinação do governador é que todas sejam concluídas. E já temos 27 com previsão de retomada”, afirma Guto Silva. O custo global das 43 obras listadas é de R$ 281,2 milhões, sendo que 35,9% já foram desembolsados pelo governo. Segundo o chefe da Casa Civil, foi um instituído um grupo com representantes de diversas secretarias que vai se concentrar em avaliar a questão orçamentária e jurídica de cada projeto e estabelecer um cronograma para o seu término.

Outra missão do grupo será ampliar o relatório preliminar, que se concentrou apenas em obras acima de R$ 1,5 milhão, para que o governo possa conhecer a situação real de todas as obras que estão paralisadas, independente do valor, e buscar soluções para cada uma delas.


Um comentário

  1. EU
    terça-feira, 18 de junho de 2019 – 10:45 hs

    KKKKKK. Agora vai….. vai parar nas mãos do MP.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*